Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Turismo atrai mais de 115 mil visitantes e acrescenta R$ 104 milhões à economia de Corumbá
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Turismo atrai mais de 115 mil visitantes e acrescenta R$ 104 milhões à economia de Corumbá

A movimentação de meios de hospedagem, restaurantes e demais serviços ligados ao setor ocupa um espaço cada vez mais importante nos negócios de um dos mais completos destinos para a apreciação da vida selvagem do país

  • Publicado: Segunda, 14 de Setembro de 2015, 10h55
  • Última atualização em Segunda, 14 de Setembro de 2015, 10h55

 

Um dos principais destinos do Pantanal, Corumbá espera aumento de 3% no número de visitantes em 2015. Crédito: banco de imagens
Corumbá espera aumento de 3% no número de visitantes em 2015. Crédito: banco de imagens


A capital do Pantanal, como é conhecida Corumbá, tem no turismo uma das grandes forças de sua economia. Com o bioma ocupando 60% de seu território, a cidade é porta de entrada para brasileiros e estrangeiros interessados em conhecer as belezas naturais de um dos mais ricos ecossistemas do planeta.

Apenas no primeiro semestre deste ano, 115,9 mil turistas, brasileiros e estrangeiros, movimentaram meios de hospedagem, restaurantes e demais serviços ligados ao turismo, o que gerou R$ 104,1 milhões à economia da cidade, de acordo com o Observatório do Turismo de Corumbá, organização que coleta dados sobre o segmento na região.

Até o fim do ano, a expectativa é superar a marca dos 214.564 turistas registrada em 2014 e alcançar um crescimento de 3%. Segundo o levantamento, a maior parte dos visitantes (74,8%) veio do Brasil, liderados pelo Sudeste (34,9%), Centro-Oeste (33%) e Sul (15,68%). A presença dos estrangeiros também é marcante, especialmente de holandeses, franceses e ingleses. Se considerado todo o estado, foram 61,9 mil visitantes internacionais no ano passado, 49,3% a mais do que em 2013, devido à Copa do Mundo. A maior parte dos estrangeiros que chegaram ao Mato Grosso do Sul é da própria América do Sul (58 mil), o que revela a força do turismo de fronteira.

No início do ano, o bioma foi eleito o quarto melhor destino para apreciação de vida selvagem no mundo em votação, promovida por um dos principais portais de notícias dos Estados Unidos, o USA Today. Os insumos culturais são outro fator de competitividade do destino, o que o diferencia dos demais destinos pantaneiros. A cidade histórica de Corumbá tem seu conjunto histórico, arquitetônico e paisagístico tombado desde 1993 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Corumbá é também um dos 65 destinos indutores do turismo brasileiro. Em um estudo de competitividade do Ministério do Turismo, o município se destacou em políticas públicas, em comparação aos demais destinos. A gestão responsável de seus recursos naturais é uma das políticas de destaque na região.

O fluxo aéreo de pessoas no aeroporto internacional de Corumbá registrou cerca de 20 mil embarques e desembarques no primeiro semestre, com potencial de crescimento com novas rotas aéreas conectando o Pantanal ao restante do país.

Investimento

O Ministério do Turismo já celebrou 16 contratos de repasse para obras de infraestrutura turística em Corumbá que totalizam R$ 16,9 milhões. Entre elas, destacam-se a implantação do Centro de Convenções e a implantação da sinalização turística.

*Com informações da Fundação de Turismo do Pantanal

Leia mais:

Pantanal é eleito um dos melhores destinos de vida selvagem no mundo

Roteiros de fronteira impulsionam o turismo no país

Número de turistas estrangeiros que chegaram pelo MS cresce 49%


< ACESSE TODAS AS NOTÍCIAS


registrado em:
Fim do conteúdo da página