Script técnico que não afeta o conteúdo.

Novo sistema de classificação hoteleira

MTur e entidades do setor discutiram nova classificação hoteleira através de oficinas. Com processo participativo, os interessados enviaram sugestões e contribuições.

O Ministério do Turismo, em parceria com as entidades do setor, realizou uma série de oficinas por todo o Brasil para discutir o novo sistema de classificação hoteleira. Trata-se de um importante passo para possibilitar a competitividade justa entre os meios de hospedagem do país e auxiliar os turistas em suas escolhas.

Recentemente, com a explosão do turismo no mundo esta necessidade de padronização, sistematização e, propriamente, a classificação de padrões de qualidade aumentou, o que levou vários países a renovar e modernizar seus sistemas de classificação como estratégia de promover e assegurar a sua competitividade no mercado global altamente disputado. Assim, a exemplo de vários países, tais como França, Portugal, Alemanha, Suíça, Dinamarca, Chile, Peru e outros, o Brasil está construindo de forma participativa o seu sistema de classificação hoteleira.

Esses sistemas de classificação são largamente utilizados e reconhecidos para divulgar informações fidedignas. O estudo realizado para a construção do novo Sistema de Classificação de Meios de Hospedagem identificou que na grande maioria dos casos os Sistemas são voluntários com reconhecimento oficial pelo Estado, exatamente conforme o modelo proposto no Brasil.

Além da necessidade natural de termos um sistema eficiente, disponível para os turistas brasileiros e estrangeiros, temos situações especiais que exigem um bom preparo da hotelaria brasileira: A Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

O processo de reformulação foi feito de forma participativa, aberta e transparente, mediante a realização de encontros com a presença dos setores envolvidos. Assim, foram especificamente convidados o empresariado, incluindo as suas entidades representativas, a academia, os profissionais, os diversos níveis de governo, órgãos de fomento, representantes do poder legislativo e todos os membros do Conselho Nacional do Turismo.

As matrizes resultantes das oficinas foram submetidas a um período de consulta em que os interessados enviaram sugestões e contribuições, inclusive pela Internet. As matrizes estão sendo consolidadas incorporando as diversas contribuições recebidas durante o processo de construção.

Os princípios norteadores do trabalho são: consistência, transparência, legalidade, simplicidade, agregação de valor, imparcialidade, melhoria contínua e flexibilidade. As novas matrizes contaram com requisitos mandatórios (requisitos mínimos a serem atendidos pelo Meio de Hospedagem para a classificação) e requisitos eletivos (requisitos opcionais a serem atendidos pelo Meio de Hospedagem para a classificação, sendo que o Meio de Hospedagem deve atender a 30% do total de requisitos eletivos disponíveis, a sua livre escolha, para cada conjunto de requisitos (sustentabilidade, infraestrututa e serviços).

Está encerrado o período de consulta pública para as Matrizes de Classificação Hoteleira e seu resultado foi apresentado no dia 28 de maio de 2010 no 5º Salão do Turismo, em mesa de debates no Núcleo do Conhecimento. Agora estes resultados serão validados e em breve será publicado o novo Sistema Oficial de Classificação dos Meios de Hospedagem. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (61) 2023.8220.

 

DATA
LOCAL
MATRIZES PARA DOWNLOAD
PRAZO PARA CONSULTA
25 a 26 de Fev
Porto Alegre
Matriz de Hotel Urbano
Prazo de consulta finalizado
22 e 23 de Mar
Salvador
Matriz de Resort
Prazo de consulta finalizado
30 e 31 de Mar
Cuiabá
Matriz de Hotel Fazenda
Prazo de consulta finalizado
08 e 09 de Abr
Rio de Janeiro
Matriz de Cama & Café
Prazo de consulta finalizado
15 e 16 de Abr
Ouro Preto
Matriz de Hotel Histórico
Prazo de consulta finalizado
26 e 27 de Abr
Natal
Matriz de Pousada
Prazo de consulta finalizado
03 e 04 de Mai
Vitória
Matriz de Flat
Prazo de consulta finalizado
06 e 07 de Mai
Manaus
Matriz de Hotel de Floresta
Prazo de consulta finalizado
26 a 30 de Mai
Salão do Turismo – Roteiros do Brasil
 
 

 

Para mais informações ligue gratuitamente 0800 606 8484 - opção 1.