Script técnico que não afeta o conteúdo.
compartilhe link
compartilhar

Inscrições para o Pronatec Copa começam terça-feira

São 35 cursos para qualificar quem já é ou pretende se tornar um profissional de turismo

30/03/2012

Brasília (DF) - A Copa do Mundo está chegando, e para garantir uma goleada brasileira o Ministério do Turismo (MTur) coloca em campo o Pronatec Copa: programa de qualificação que tem como meta formar 40 mil profissionais por semestre em 32 áreas ligadas ao receptivo turístico, como auxiliar de cozinha, camareira e garçom, além de aulas de inglês, espanhol e libras (linguagem de sinais). As inscrições começam nesta terça-feira (03/04) e contemplarão as doze cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014, além dos municípios do entorno e destinos de visibilidade internacional.

Fruto da parceria entre MTur e Ministério da Educação, o Pronatec Copa é voltado para maiores de 18 anos que já trabalham com turismo ou que pretendem se profissionalizar no setor. “Temos uma meta ousada de capacitar 240 mil alunos até 2014. Queremos formar profissionais capazes de representar um Brasil forte e desenvolvido e mostrar ao mundo que estamos preparados para receber bem os visitantes internacionais”, ressalta ministro do Turismo, Gastão Vieira.

Desenvolvidos em parceria com os institutos federais de educação profissional e o Sistema S (Sesc, Sesi e Senai), os cursos serão disponibilizados conforme a escolaridade do aluno. Para os alunos que tiverem o ensino fundamental completo, além dos 32 cursos de qualificação, há ainda a opção de se inscreverem simultaneamente em aulas de idiomas ou libras.

Com duração mínima de 160 horas – uma média de quatro meses –, as aulas serão presenciais e gratuitas, e as inscrições podem ser feitas por meio do site www.pronateccopa.turismo.gov.br. Os participantes receberão auxílio para alimentação e transporte. Neste primeiro ano, serão priorizadas as inscrições dos alunos das cidades-sede da Copa das Confederações e os portadores de deficiência.

O Secretário Extraordinário da Copa de 2012 (Secopa) de Recife, Amir Schvartz, comemora a iniciativa. “Os cursos servirão não apenas para a Copa, mas para aprimorar o atendimento turístico de forma geral. O ensino de idiomas, por exemplo, aproximará os turistas estrangeiros do povo recifense, pois fatos importantes da nossa história se perdem pela dificuldade de comunicação”, destaca. “Além disso, os cursos de qualificação profissional atenderão também aos turistas locais, que desvendam a própria cidade e atuam como difusores das belezas de Recife para turistas de outros lugares”, diz Schartz.

Para o secretário-executivo do Comitê Organizador Brasil 2014 em Brasília, Cláudio Monteiro, o programa deixará uma importante herança para o país. “Esta ação é a prova de que o grande legado da Copa do Mundo está sendo construído antes mesmo da realização do evento, com capacitação e formação de mão de obra. Temos que dar condições para que haja essa oportunidade de crescimento pessoal, incentivando a população a aproveitar este momento de mudança, de avanço. Essa é a prova de que a Copa do Mundo não diz respeito apenas às cidades-sede, mas ao país como um todo”, destaca.

As empresas parceiras que tiverem funcionários qualificados pelo programa receberão uma identificação, atestando que o estabelecimento fez parte da preparação do país para a Copa do Mundo da FIFA de 2014.
 

 

ASCOM