Script técnico que não afeta o conteúdo.
compartilhe link
compartilhar

MTur testa matrizes de classificação hoteleira

Projeto-piloto será realizado em oito estados de todas as regiões do país

03/08/2010

O Ministério do Turismo deu mais um passo na elaboração do novo sistema oficial de classificação dos meios de hospedagem do país. Nesta segunda (02), auditores do projeto estiveram em Pirenópolis (GO), Porto de Galinhas (PE) e Belo Horizonte para testar as matrizes construídas em processo participativo.

“Com o projeto-piloto, vamos verificar se os requisitos das matrizes são adequados à realidade da hotelaria brasileira e, a partir daí, fazer os ajustes necessários”, explicou o diretor do Departamento de Estruturação, Avaliação e Ordenamento Turístico do MTur, Ricardo Moesch. As matrizes foram elaboradas a partir de oficinas realizadas em oito cidades, com a participação de setores da cadeia produtiva do turismo e, depois, colocadas em consulta pública para receber contribuições da sociedade.

Os estados contemplados no projeto-piloto são: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Pará e Pernambuco. A adesão dos meios de hospedagem foi voluntária. Nos próximos dias, o MTur fecha o calendário de visitas aos municípios, que deverá ser concluído no final deste mês.

As matrizes são divididas em três blocos: serviços, sustentabilidade e infraestrutura. Os meios de hospedagem classificados serão identificados por estrelas. As tipologias adotadas são: Hotel, Pousada, Hotel-fazenda, hotel Histórico, Cama&café, Flat e Resort. O projeto de classificação hoteleira é uma parceria do Ministério do Turismo com o Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro) e a Sociedade Brasileira de Metrologia (SBM).