Script técnico que não afeta o conteúdo.
compartilhe link
compartilhar

Setor de alimentação de Porto Alegre se prepara para 2014

Programa Bem Receber Copa oferece cursos para trabalhadores de bares e restaurantes e ambulantes

28/07/2010

Ministro Barretto e o Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, lançaram na tarde desta quarta-feira (28) o Bem Receber Copa na capital gaúcha.

Ministro Barretto e o Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, lançaram na tarde desta quarta-feira (28) o Bem Receber Copa na capital gaúcha.

Ivo Gonçalves (Prefeitura Municipal de Porto Alegre)

Mais de 15 mil profissionais empregados no setor de alimentação fora do lar em todo o Brasil serão treinados por meio do programa Bem Receber Copa, iniciativa do Ministério do Turismo (MTur). Bares, restaurantes e ambulantes formam o público-alvo do projeto, lançado na tarde desta quarta-feira (28) pelo ministro do Turismo, Luiz Barretto na capital gaúcha. "Essa é uma estratégia nacional de qualificação para a prestação de serviços de excelência durante a Copa do Mundo de Futebol FIFA 2014", apresentou Barretto. O investimento do MTur é de R$ 14 milhões.

Para o ministro, “o legado social da Copa de 2014 será o potencial de empregabilidade no turismo, sobretudo aos jovens. Mais de 50% dos empregos gerados no turismo estão na alimentação fora do lar”. O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, celebrou a iniciativa. “A aliança entre o Ministério do Turismo e a prefeitura de Porto Alegre coloca o turismo do Rio Grande do Sul no seu devido lugar”.

O conteúdo básico dos cursos inclui a prestação de informações turísticas, cidadania e hospitalidade, segurança alimentar e atendimento de alto padrão. Até setembro, as inscrições estarão abertas nas 12 cidades-sede do mundial de 2014: Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Natal (RN), Manaus (AM) e Cuiabá (MT).

Em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o Ministério do Turismo promoverá a formação de Pontos de Informação ao Turista (TIPs) e Multiplicadores de Informação ao Turista (MITs) junto aos empreendimentos participantes do projeto. A ideia é oferecer um cardápio de informações úteis ao visitante — principais pontos de visitação local, hospitais, localização de agências de viagem, disponibilidade de serviços como locação de carros, postos policiais mais próximos e atividades turísticas e culturais disponíveis na cidade — multiplicando os postos de informações oficiais de turismo no Brasil em até 7 vezes.

Segundo Paulo Solmucci Jr, presidente da Abrasel, a estimativa é que os turistas gastem, individualmente, entre 5 e 6 mil dólares durante o Mundial de 2014. “Esses visitantes precisam ser bem atendidos, bem recebidos. Com o Bem Receber Copa, o MTur e a Abrasel esperam multiplicar em até 7 vezes o número de postos de informações turísticas no país. A informação ao turista não pode ficar apenas nos aeroportos; precisa circular e ficar acessível a todos”, disse Solmucci.

O MTur e a Abrasel apostam na adesão dos trabalhadores “ambulantes”, profissionais que circulam em áreas públicas, como praias e outras regiões com grande fluxo de turistas, vendendo alimentos, bebidas, entre outros produtos. Eles formam o grupo dos Profissionais Individuais Cadastrados (PICs), que também serão sensibilizados para a importância do atendimento de qualidade ao turista e da ampliação da capacidade de comunicação com o visitante.

Bem Receber Copa

Até o final de 2013, profissionais de todo o país poderão acessar as 306 mil vagas ofertadas pelo programa Bem Receber Copa, realizado pelo MTur em parceria com as entidades de classe integrantes do Conselho Nacional de Turismo (CNT). Trabalhadores do receptivo turístico nos 65 destinos indutores são o público-alvo dos cursos reservados para as áreas de alimentação, meios de hospedagem, entretenimento, transporte aéreo regional e locação de automóveis.

Além disso, o programa Olá, Turista!, criado e executado pelo Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Roberto Marinho, oferecerá cursos online e gratuitos de inglês e espanhol para os profissionais do setor. O investimento total do MTur será de R$ 440 milhões.

Profissionais qualificados vão abastecer a forte oferta de empregos que será desencadeada pela “década de ouro” do turismo nacional. Somente durante os 30 dias da Copa de 2014, cerca de 600 mil estrangeiros devem entrar no país.

Até o final de 2010, o governo federal planeja criar 2,5 milhões de empregos formais, com uma representativa parcela gerada no setor turístico.

Turismo em crescimento até 2014

Atualmente o setor turístico responde por cerca de 2,6% do PIB nacional, cerca de 39 bilhões de dólares. A estimativa é que esse índice evolua para até 4 por cento do PIB do Brasil até 2014, ano em que o país realiza a Copa do Mundo. Hoje, cerca de 7,2 milhões brasileiros trabalham com turismo no país. Até 2014 espera-se que haja aumento de 10 por cento por ano.