Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
institucional

Norma brasileira é modelo para outros países

Documento sobre a sustentabilidade nos meios de hospedagem será utilizado pela Organização Internacional de Normalização 

  • Publicado: Segunda, 13 de Novembro de 2017, 11h09
  • Última atualização em Terça, 14 de Novembro de 2017, 11h32

Por Nayara Oliveira

13 11 17 NO Amazonas0932
Crédito: Embratur

Uma norma brasileira, desenvolvida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), voltada para sustentabilidade nos meios de hospedagem servirá como base para um novo protocolo da entidade mundial responsável pela padronização de produtos e serviços, a ISO (sigla em inglês de International Organization for Srandartization). O documento brasileiro intitulado “Meios de hospedagem — Sistema de gestão da sustentabilidade — Requisitos” irá embasar o que já está sendo chamado de ISO/CD 21401, com previsão de publicação para o segundo semestre de 2018.

A decisão foi anunciada no ano dedicado ao Turismo Sustentável pela Organização das Nações Unidas (ONU). A norma foi criada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, em parceria com o Comitê Brasileiro de Turismo, do qual o Ministério do Turismo faz parte. A regra aponta requisitos relativos à sustentabilidade de meios de hospedagem, estabelecendo critérios mínimos específicos de desempenho em relação ao tema e permitindo que um meio de hospedagem formule objetivos que levem em conta os requisitos legais e informações referentes aos impactos ambientais, socioculturais e econômicos.

A regra busca fortalecer o setor, uma vez que os turistas estão mais exigentes-, e os destinos turísticos cada vez mais competitivos. A adoção da norma possibilita a redução de custos operacionais e de impactos socioambientais; contribui para a conservação e a recuperação da biodiversidade; promove a justiça social e a valorização da cultura local; estimula a participação e a transparência nos processos de decisão e representação comunitária; e proporciona destaque no mercado com a certificação do empreendimento.

TURISMO E SUSTENTABILIDADE – A sustentabilidade no turismo é defendida de forma ampla e deve garantir não só a preservação de recursos naturais, como também a defesa da cultura e integridade de comunidades visitadas. Além da norma da ABNT, o Brasil conta com as políticas de incentivo do Ministério do Turismo para promover o tema nos destinos. Em 2016, o MTur lançou o Guia Turismo e Sustentabilidade, que aborda conhecimentos e práticas de sustentabilidade em empreendimentos, gerando retorno positivo nos aspectos econômicos, sociais e ambientais. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página