Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Destinos

Festival Náutico de Salvador movimenta capital baiana

Evento será na  Baia de Todos os Santos, que acaba de entrar para o seleto clube das 38 mais belas baias do mundo. O título significa mais uma conquista para o turismo baiano 

  • Publicado: Quinta, 01 de Dezembro de 2016, 12h07
  • Última atualização em Quinta, 01 de Dezembro de 2016, 12h24

Por Geraldo Gurgel

A bela vista da Baia de Todos os Santos. Crédito: Divulgação Embratur

 

A cidade de Salvador (BA) promove até o próximo domingo (4) uma série de eventos em um de seus principais cartões-postais, a Baia de Todos os Santos. Trata-se do II Festival Náutico de Salvador que inclui mais uma edição do Rally Náutico. Os amantes e estudiosos do mar, dos esportes náuticos e da Baía contarão, ainda, com uma regata de vela para todas as categorias e a travessia de Mar Grande, da Ilha de Itaparica para o Porto da Barra - na capital baiana -, de stand up paddle e canoa.

A intensa programação acontece em um cenário natural que acaba de ser reconhecido internacionalmente como um dos mais belos do mundo. A entrega da certificação que oficializou a entrada da Baía de Todos os Santos no clube das mais belas baías de todo o mundo foi feita na cidade de Puerto Vallart, no México, em novembro, durante o XII Congresso Mundial do TMBBW (The Most Beautiful Bays in the World).

A conquista é fruto de ações conjuntas patrocinadas pelo Yacht Clube da Bahia, a Associação Comercial da Bahia, Salvador Destination, Fundação Baía Viva e também pela Prefeitura Municipal de Salvador. Apenas 38 baias integram o clube, sendo que no Brasil só duas possuem a certificação: a Praia do Rosa, em Santa Catarina, e agora a Baía de Todos os Santos. 

O entrosamento entre o poder público e a sociedade para colocar a Baía de Todos os Santos no clube juntamente com o trabalho de preservação ambiental desenvolvido são fundamentais para a prática do turismo sustentável nas praias e ilhas que atraem turistas do mundo inteiro para Salvador. A conquista de mais um título internacional para a capital baiana, a exemplo da Bandeira Azul na Praia de Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe, na Ilha dos Frades, também na Baía de Todos os Santos, reforça a presença de Salvador entre os destinos internacionais do Brasil. Salvador já é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade. 

A Baía de Todos os Santos é a maior baia tropical do mundo e a segunda em dimensão, com 1.233 km² de extensão. Sua importância é tão grande que acabou batizando o Estado da Bahia, com a grafia original do “H”. A baía preserva o berço da civilização brasileira com uma área de Proteção Ambiental formada por 56 ilhas, manguezais, floresta remanescente da Mata Atlântica, além do patrimônio arquitetônico de casas coloniais, igrejas, fortalezas e sedes de fazendas que são verdadeiras marcas da história. De lá consegue-se ver a Cidade Alta e a Cidade Baixa e alguns dos pontos turísticos que mais identificam a cidade, como o Elevador Lacerda, o Forte de São Marcelo, o Mercado Modelo e o Farol da Barra.

Suas águas mornas e tranquilas permitem a prática de diversas atividades náuticas. A exploração do turismo em veleiros é uma delas. A partir de Salvador, o visitante pode conhecer ilhas, monumentos e cidades do Recôncavo Baiano, entre elas a Ilha de Itaparica, dividida nos municípios de Vera Cruz e Itaparica. O local oferece opções de turismo de aventura, caminhadas, passeios de bicicleta e esportes náuticos como, mergulho, vela, caiaque e stand up paddle.

AMAZÔNIA AZUL -  Desde 2014, a Baía de Todos os Santos é sede da “Amazônia Azul”, extensão que reúne 4,5 milhões de quilômetros quadrados dos 8,5 milhões de km² de quilômetros quadrados da costa brasileira. A proposta de comparar o mar com a Amazônia Verde é estabelecer um marco mundial de debates sobre a economia do mar, inteligência naval e cadeia produtiva, já que o território marítimo brasileiro e a floresta amazônica guardam dimensões e riquezas equivalentes, inclusive para o turismo.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página