Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
MUSEUS BRASILEIROS

MASP bate recorde de visitação em 2019

Número foi impulsionado pela mostra ‘Tarsila Popular’, realizada entre abril e junho

  • Publicado: Sexta, 10 de Janeiro de 2020, 17h08
  • Última atualização em Sexta, 10 de Janeiro de 2020, 17h10

* Por Rafael Brais, com informações do MASP

MASP Rogério Cassimiro - MTUR.jpg

Em 2019, MASP foi o museu de arte mais visitado do Brasil. Crédito: Rogério Cassimiro/MTUR

O MASP (Museu de Arte de São Paulo), um dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo (SP), atingiu uma marca histórica em 2019: 729.325 visitantes durante todo o ano, passando a ser o museu de arte mais visitado do Brasil. De acordo com a instituição, o recorde é, em parte, resultado do público da mostra ‘Tarsila Popular’, que entre abril e julho recebeu 402.850 frequentadores. A capital paulista também teve outra boa notícia nesta semana: segundo levantamento do Google, a ‘Terra da Garoa’ é o segundo destino mais desejado do mundo e o terceiro entre os brasileiros (Confira a notícia aqui).

Fundado em 1947 pelo empresário Assis Chateaubriand, o MASP ostenta o título de primeiro museu moderno do país. Instalado originalmente na Rua 7 de Abril, no centro da cidade, o museu foi transferido 21 anos depois para a atual sede, na Avenida Paulista, um icônico projeto de Lina Bo Bardi que se tornou marco da arquitetura do século 20.

A partir do uso de vidro e concreto, Bo Bardi conciliou superfícies ásperas e sem acabamentos com leveza, transparência e suspensão. A esplanada sob o edifício, o ‘vão livre’, foi pensada como uma praça para uso da população. Atualmente, a coleção do MASP reúne mais de 11 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos, abrangendo a produção europeia, africana, asiática e das Américas.

CALENDÁRIO - A agenda de exposições do museu é complementada por programas públicos, desenvolvidos pelo Núcleo de Mediação. O calendário inclui a realização de seminários internacionais, palestras promovidas mensalmente no primeiro sábado de cada mês, o Programa MASP Professores, oficinas, cursos do MASP Escola, filmes e vídeos.

Edição: André Martins

registrado em:
Assunto(s): turismo , são paulo , museus
Fim do conteúdo da página