Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
INTERNACIONAL

Fortalecimento do Destino Brasil é tema central de agenda do MTur em Paris

Entre quarta e quinta-feira (19 e 20), ministro do Turismo se reúne com autoridades da Unesco, da OCDE e da FIA na capital francesa

  • Publicado: Terça, 18 de Junho de 2019, 18h00
  • Última atualização em Terça, 18 de Junho de 2019, 18h58

Por Cecília Melo

18.06.2019 angra
Passeio de escuna em Angra dos Reis, destino que, junto com Paraty e Ubatuba, pleiteia título de patrimônio da humanidade pela Unesco. Foto: Rogério Cassimiro/Banco de Imagens MTur Destinos

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, cumpre agenda em Paris nesta semana. Três pautas centrais ocupam a programação de reuniões e encontros com autoridades no país europeu. Dentre elas está a defesa de candidaturas de regiões turísticas e culturais do Brasil a títulos de patrimônio da Unesco, apoio à realização da próxima etapa da Fórmula-E junto à Federação Internacional de Automobilismo (FIA), além da intenção do país de ingressar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a missão na capital francesa confirma o foco do trabalho que vem sendo desenvolvido nestes cinco meses de gestão à frente do Ministério. “Uma gestão mais integrada para alavancar o turismo, investimentos para tornar o setor mais competitivo e posicioná-lo no centro da agenda estratégica do governo, além das relações bilaterais para tornar o Brasil ainda mais reconhecido como destino turístico mundial. São ações que promovem o desenvolvimento e geram mais empregos e renda para o país”, destaca o titular da Pasta.

O apoio a candidaturas de três regiões turísticas e culturais do Brasil a títulos da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) será tema do primeiro compromisso do ministro em Paris, em reunião com o secretário da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, Tim Curtis.

O conjunto formado pelos municípios de Paraty, Angra dos Reis e Ubatuba (RJ/SP) concorre ao primeiro título brasileiro de patrimônio mundial cultural e natural da humanidade. Atualmente, o país conta com 14 títulos de patrimônio cultural e sete de patrimônio natural.

A festa mais marcante da cultura popular da região maranhense, o Bumba meu boi, também pleiteia junto à Unesco o título de patrimônio cultural imaterial da humanidade. Já os Cânions do Sul, área composta por sete municípios do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, disputa um lugar na lista dos geoparques mundiais – hoje, apenas o Parque Geológico do Araripe, no Ceará, possui essa certificação da Unesco no Brasil.

Além disso, a capital mineira concorre ao título de Cidade Criativa da Gastronomia. Atualmente, a Rede de Criativas da Unesco conta com um total de 180 cidades em 72 países, sendo oito delas no Brasil: Belém (PA), Florianópolis (SC) e Paraty (RJ), no campo da gastronomia; Brasília (DF) e Curitiba (PR), na área do design; João Pessoa (PB) em artesanato e artes folclóricas; Salvador (BA) na música; e Santos (SP), no cinema.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, afirma que “as candidaturas têm o total apoio do Ministério e reforçam o potencial singular que o Brasil tem no turismo, na cultura e no desenvolvimento socioeconômico, o que deve ser cada vez mais reconhecido mundialmente”, avalia.

SEDE DA FÓRMULA E – A candidatura do Brasil para sediar uma etapa da próxima temporada da Fórmula E, primeiro campeonato mundial de carros elétricos, também é tema da agenda do Ministério do Turismo na França. A reunião acontecerá nesta quarta-feira (19) com o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt. A ideia é que Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro integrem o circuito do mundial. As três capitais assinaram cartas para declarar a intenção de receberem o evento.

Edição: Vanessa Sampaio

registrado em:
Assunto(s): Paris , candidaturas , Unesco , OCDE , FIA
Fim do conteúdo da página