Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Assuntos > Agencia de Notícias do Turismo > O dia depois da Copa, por Vinicius Lages*
Início do conteúdo da página

O dia depois da Copa, por Vinicius Lages*

Publicado: Quarta, 27 de Maio de 2015, 11h20 | Última atualização em Quarta, 27 de Maio de 2015, 11h20

26/07/2014

O apito final da Copa do Mundo e a aprovação do evento por estrangeiros e brasileiros consolidou a certeza, em nível global, de que somos capazes. O sucesso do Mundial escancarou a vocação natural do Brasil para o turismo. O país conquistou uma elevada exposição positiva em nível internacional e agora tem o desafio de manter a nação verde-amarela como objeto de desejo de turistas e investidores, caso contrário, os ganhos econômicos ficam em xeque.

Temos uma série de vantagens comparativas que, se bem trabalhadas, transformam-se em vantagens competitivas e colocam o turismo nacional em definitivo na prateleira de consumo do brasileiro e dos principais mercados do mundo.

Nesse cenário, o Rio Grande do Sul assume papel de destaque como um dos principais portões de entrada para turistas dos vizinhos sul-americanos, um fluxo de fundamental importância para o turismo brasileiro. Na Copa do Mundo, o Estado recebeu boa parte do contingente de um milhão de estrangeiros que, além da sede Porto Alegre, percorreram 48 cidades gaúchas.

A experiência vivida durante o Mundial e a avaliação positiva de brasileiros e estrangeiros nos ajudam a pensar em um novo ciclo para o turismo. Será um momento de perseguir a eficiência em diversos segmentos para manter os índices desejáveis de desenvolvimento.

A Copa do Mundo colocou uma lupa nas nossas qualidades, mas também mostrou oportunidades e desafios do turismo. Agora é a hora de aproveitarmos a oportunidade para desatarmos os nós. Promovermos um choque efetivo de gestão nesse setor, que tem tudo para tornar-se a nova fronteira do desenvolvimento do Brasil, como num passado não muito distante foi a agricultura.

No longo prazo, o dia depois da Copa é tão ou mais decisivo quanto o período em que a bola rolou. Por isso, não podemos perder a chance de tomar as medidas acertadas para perpetuarmos os ganhos de imagem conquistados com o mundial e fazermos do turismo o novo eixo de desenvolvimento do país.

*MINISTRO DO TURISMO, DOUTOR EM SOCIOECONOMIA DO DESENVOLVIMENTO

Fim do conteúdo da página