Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ministério do Turismo lança diretrizes para qualificação em turismo
Início do conteúdo da página

Ministério do Turismo lança diretrizes para qualificação em turismo

O documento teve a participação de representantes do setor privado, de universidades e gestores públicos
  • Publicado: Terça, 03 de Março de 2015, 08h20
  • Última atualização em Terça, 03 de Março de 2015, 08h19

Gustavo Henrique Braga

O Ministério do Turismo acaba de lançar o documento final que estabelece as diretrizes do Programa Nacional para Qualificação em Turismo. A publicação está disponível a todos os interessados e serve como base de referência para governos estaduais, municipais e para o setor privado. As diretrizes de qualificação estão em sintonia com a prioridade do governo federal, que define a educação como eixo essencial das ações dos próximos quatro anos. O propósito é tornar o Brasil uma pátria educadora, como diz o lema do governo.

O documento trata a qualificação como um processo de duas vias. Uma delas é a formação profissional, que inclui cursos, pesquisas, observatórios e eventos diversos. A segunda é a certificação, que dá ao mercado a garantia de que profissionais e serviços seguem as normas acordadas pelo setor.

A versão final do documento é resultado de cinco estudos que mapearam a situação da qualificação do país e apontaram as tendências. Ele teve a participação de representantes de empresas ligadas ao setor, profissionais ligados a universidades e a organizações não governamentais, além de gestores públicos.

O primeiro desses estudos captou a percepção sobre a situação atual do turismo e sua mão de obra, assim como as expectativas de como ela deverá se portar no futuro. O segundo analisou a experiência da qualificação, entre os anos de 2003 e 2013.

O terceiro comparou a experiência e o quadro institucional de qualificação na área do turismo em oito países: Canadá, Estados Unidos, México, Reino Unido, Portugal, Suíça, Singapura e Nova Zelândia. Já o quarto contou com a consulta a estudos diversos, sobretudo internacionais, com o objetivo de desenhar as tendências do setor até 2030.

O quinto estudo, por fim, dedicou-se a examinar a experiência da certificação como instrumento de qualificação, também no mundo e no Brasil. Todos os estudos se encerraram com recomendações para as diretrizes do Programa.

O Programa Nacional para Qualificação em Turismo é um dos eixos prioritários no novo ciclo de desenvolvimento do setor, de acordo com o Ministério do Turismo. Os avanços envolvem os eixos de inovação, competitividade, sustentabilidade e qualidade contínua nos serviços turísticos. “A ideia é oferecer subsídios para repensar a qualificação do setor, com base em novas concepções, tecnologias e ferramentas modernas de gestão”, diz o ministro do Turismo, Vinicius Lages. 

Elaborado com apoio da Universidade de Brasília, o documento ajudará, por exemplo, a indicar as áreas de atuação da política de qualificação, os públicos-alvo, as ações a serem apoiadas, as principais demandas do setor e as expectativas de empresários e trabalhadores. Ele é resultado da realização de pesquisas sobre as experiências nacionais e internacionais de qualificação e certificação em turismo, estudos de demanda, entrevistas com 39 representantes do setor, duas oficinas, consulta a especialistas e consulta pública. A publicação dará origem a um Programa de Qualificação do Ministério.

Ouça sonora do ministro do Turismo, Vinicius Lages, sobre qualificação profissional.

 shot

registrado em:
Fim do conteúdo da página