Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Plano permitirá a Boa Vista captar recursos para o turismo
Início do conteúdo da página
destino

Plano permitirá a Boa Vista captar recursos para o turismo

Documento elaborado em conjunto com o MTur lista medidas no sentido de garantir o aproveitamento do potencial turístico da cidade

  • Publicado: Sexta, 01 de Dezembro de 2017, 17h44
  • Última atualização em Sexta, 01 de Dezembro de 2017, 17h44

* Com informações da Prefeitura Municipal de Boa Vista

Uma solenidade promovida nesta quinta-feira (30) pela Prefeitura de Boa Vista (RR) marcou a validação do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS) da capital. O documento, elaborado de forma conjunta com o Ministério do Turismo, a Fundação Municipal de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (FETEC) e entidades privadas do setor, busca subsidiar a captação de recursos nacionais e internacionais para impulsionar o mercado de viagens na cidade e no estado.

01 12 17 Plano Turismo Eduardo Andrade
Crédito: Eduardo Andrade

A partir da conclusão do PDITS, o município pode pleitear apoio, a exemplo do Programa Regional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Nacional), a fim de melhorar sua infraestrutura na área e reforçar atrativos. O secretário nacional de Estruturação do Turismo do MTur, José Antônio Parente, avalia que o documento soma esforços ao Brasil + Turismo, um plano do governo federal de reforço do segmento.

“Medidas como a ampliação da conectividade aérea, a facilitação de vistos a estrangeiros e o aumento da promoção do país no exterior, definidas no Brasil + Turismo, vão incrementar o fluxo de brasileiros que viajam pelo país e também permitir a atração de mais estrangeiros. E Boa Vista, porta de entrada das várias belezas de Roraima, terá melhores condições de se preparar para receber visitantes”, aponta Parente.

O PDITS também enumera ações no sentido de transformar o potencial turístico da capital em produtos competitivos e sustentáveis, capazes de gerar emprego e renda e fortalecer o empresariado do ramo - sem descuidar do meio ambiente. O texto proporciona, ainda, o diagnóstico, o planejamento e a implantação de novas medidas voltadas ao desenvolvimento do setor.

A prefeita Teresa Surita aposta que o plano trará avanços. “Sem ele não há condições de fazer financiamentos, tanto para o poder público quanto para a iniciativa privada. A ideia é incrementar o turismo dentro da nossa cidade, que está cada dia mais linda e recebendo pessoas novas para admirar toda essa beleza, além da geração de emprego e renda”, ressalta a prefeita.

O ato de validação do PDITS contou ainda com a presença da superintendente de Turismo da FETEC, Alda Amorim, e de vários representantes do trade turístico. A solenidade ocorreu na Orla Taumanan, um dos principais cartões postais de Boa Vista, cuja revitalização contou com recursos do MTur e contrapartida da Prefeitura. O valor total do contrato é de R$ 2,2 milhões, dos quais R$ 1,95 milhão cabem ao MTur.

O Programa Agora, é Avançar, lançado em novembro pela Presidência da República e que visa retomar a execução de obras de infraestrutura em todo o país, contempla a capital roraimense com a requalificação da Orla do Rio Branco e da Bacia do Caxangá, por meio do Ministério do Turismo. Conforme o programa, 22 obras do MTur serão atendidas, com um aporte de R$ 736,3 milhões até 2018.

PRODETUR NACIONAL - O programa, que permite acessar financiamentos externos, busca fortalecer o papel articulador do MTur no desenho e na execução de políticas públicas, bem como contribuir para a estruturação de destinos e o fomento ao desenvolvimento regional.

Desde a sua criação, em 2008, o Prodetur formalizou aproximadamente US$ 900 milhões em contratos assinados entre o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e os estados da Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e Sergipe, bem como Fortaleza e Manaus.

registrado em:
Fim do conteúdo da página