Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Visto eletrônico é apresentado na Austrália
Início do conteúdo da página
economia

Visto eletrônico é apresentado na Austrália

Em visita ao país, ministro do Turismo apresenta novo sistema para facilitar a entrada de australianos no Brasil. Iniciativa faz parte do Brasil + Turismo criado para fortalecer o setor de viagens no país

  • Publicado: Sexta, 17 de Novembro de 2017, 10h37
  • Última atualização em Sexta, 17 de Novembro de 2017, 11h30

Por Mariana Oliveira

A Austrália será o primeiro país beneficiado com a adoção do visto eletrônico para entrada no Brasil. A medida, prevista para entrar em vigor até o final do ano, faz parte de um conjunto de ações adotadas pelo Ministério do Turismo para ampliar o fluxo de estrangeiros no país. Outros três países serão beneficiados nessa fase inicial por serem considerados estratégicos para o turismo nacional: Japão, Estados Unidos e Canadá. O ministro do Turismo, Marx Beltrão, está na Oceania para divulgação da nova medida para a imprensa e empresários do setor.

“Hoje celebramos uma grande vitória para o turismo brasileiro. A facilitação de vistos é um pleito antigo do setor e uma das medidas sugeridas pela Organização Mundial do Turismo para atrair mais visitantes ao país”, afirmou o ministro.

17 11 17 foto australia ministro
Crédito: Bruno Bernardes/ Mtur

Nesta sexta-feira (17), além da apresentação do ministro sobre o visto aos líderes do setor, uma comitiva formada por técnicos do Ministério do Turismo e Embratur fará um treinamento sobre o Brasil para agentes e operadores de viagens. A ideia é apresentar os principais atrativos e sensibilizar o setor sobre o destino. Para o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, iniciativas como esta são fundamentais para ampliar as vendas de pacotes ao nosso país.

"O visto eletrônico para turistas australianos, primeiro de uma série de quatro países que serão beneficiados pela ação conjunta do MRE, MTur e Embratur, abre caminhos para o aumento do número de voos e montagem de pacotes. Mas não são só turistas que virão para o nosso País. Haverá um aumento do comércio entre Brasil e essas nações. São essas pessoas, esse fluxo, que vão fortalecer nossa internacionalização, que trarão os investimentos que tanto necessitamos, para beneficiar o futuro do Brasil e das novas gerações", relatou Lummertz. 

AUSTRALIANOS NO BRASIL - O número de australianos no Brasil cresceu cerca de 11% em 2016 na comparação com o ano anterior. Foram 49,8 mil turistas recebidos nos destinos brasileiros, dos quais cerca de 60% em viagens de lazer e 11,3% - maior percentual desde 2012 - para tratar de negócios, participar de eventos e convenções, segundo pesquisa do Ministério do Turismo.

Entre os visitantes que vieram a lazer, 43%, o maior percentual desde 2012, buscaram destinos de natureza, ecoturismo ou turismo de aventura. Em segundo lugar na preferência do turista da Austrália está o segmento de sol e praia (24,5%) e atividades relacionadas à cultura (18,9%). Os destinos mais visitados a passeio foram a cidade do Rio de Janeiro, 90,3%, Foz do Iguaçu (PR), 52,9%, e Paraty (RJ),23,4%.

A exemplo de turistas de outros países, os destinos de negócios mais demandados pelos australianos foram o Rio de Janeiro, 61,8%, São Paulo, 29,3% e Curitiba (PR), 9,2%. A pesquisa, que traçou o perfil do turista Austrália no Brasil, mostra ainda que cada visitante de lazer gastou, em média, por dia, US$ 100,72 e permaneceu nos destinos brasileiros cerca de 12,5 dias.

A pesquisa mostrou também que a maioria dos australianos viajaram sozinhos, 39,6%, ou na companhia de amigos, 28%. E que os turistas de lazer visitaram uma média de 2,7 destinos e os de negócios 1,2. Mais de 33% já estiveram no país outras vezes e 66,4% o fizeram pela primeira vez no ano passado.

registrado em:
Fim do conteúdo da página