Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Parques temáticos elogiam esforço do Brasil para atrair investidores
Início do conteúdo da página
economia

Parques temáticos elogiam esforço do Brasil para atrair investidores

Liderança mundial do segmento reconhece esforço do Brasil para melhorar ambiente de negócios e tornar o país o principal polo na América do Sul

  • Publicado: Quinta, 16 de Novembro de 2017, 11h42
  • Última atualização em Segunda, 20 de Novembro de 2017, 11h08

Por Darse Júnior

16 11 17 Reuniao Orlando EUA BB interna
Crédito: Bruno Bernardes/ MTur

No último dia de agenda com os representantes dos maiores parques temáticos do mundo, em Orlando (EUA), o presidente da Associação Internacional de Parques e Atrações Turísticas (IAAPA), Greg Hale, elogiou o esforço do Brasil em melhorar o ambiente de negócios para atrair investidores e tornar o país o principal polo desse tipo de empresas na América do Sul. De acordo com Hale, o Brasil tem buscado arduamente alternativas para o crecimento do setor com o auxílio da IAAPA.

“Conheço políticos e nunca vi no mundo um trabalho tão árduo como este da Argentina e do Brasil. Estão realmente concentrados em ajudar o setor a crescer e estamos felizes por poder ajudá-los da melhor forma que podemos”, destacou o presidente da maior associação de parques temáticos do mundo.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, ressaltou a importância dos parques para o crescimento do setor. “Temos trabalhado para atrair esse tipo de investimento, porque sei que eles são fundamentais para movimentar a economia. Na América do Norte, só Orlando gera 370 mil empregos diretos e indiretos e registra um impacto de mais de US$ 50 bilhões na economia local pelo turismo, impulsionado pelos parques”, comentou.

Atualmente, o Brasil dispõe de pouco mais de dez parques de médio e grande porte. Eles recebem cerca de 17 milhões de visitantes por ano, faturam R$ 2 bilhões e geram 30 mil empregos. Estão em tramitação alguns ajustes no sistema tributário do país para facilitar a importação dos equipamentos necessários a implantação e atualização dos parques temáticos locais.

De acordo com estudo realizado pelo Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), a modernização dos marcos regulatórios em curso vai gerar um investimento de R$ 1,9 bilhão e 56 mil novos empregos nos próximos cinco anos. A projeção leva em consideração apenas a modernização e ampliação dos estabelecimentos já em funcionamento, sem contar com a possível atração de empreendimentos internacionais para o país.

*Com informações de Bruno Bernardes (Ascom MTur), dos Estados Unidos

registrado em:
Fim do conteúdo da página