Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Turismo abre cadastro para artistas que pleiteiam cachês para eventos
Início do conteúdo da página
Institucional

Turismo abre cadastro para artistas que pleiteiam cachês para eventos

Recursos destinados pela Pasta também vão custear divulgação e locação de parte da infraestrutura para eventos gratuitos com apelo turístico

  • Publicado: Terça, 21 de Fevereiro de 2017, 15h50
  • Última atualização em Terça, 07 de Março de 2017, 12h16

Por André Martins


Olodum em apresentação no Boulevard Olímpico. Crédito: Diego Campos

 

Um novo sistema do Ministério do Turismo vai facilitar a avaliação de propostas de apoio a eventos públicos com a participação de artistas reconhecidos regional ou nacionalmente. Aqueles que pretendem se apresentar com cachê custeado pela Pasta devem efetuar o cadastro  no site e anexar os documentos  de identificação do representante legal, em caráter exclusivo, além do portifólio comprobatório referente a sua consagração (portaria nº 16,Portaria MTur nº 16/2017).

“Agora, quando o estado ou a prefeitura solicitarem apoio à realização de eventos, será possível saber, com antecedência e transparência, se o artista - ou banda musical - está cadastrado no Ministério do Turismo. Essa iniciativa comprova a importância que damos ao turismo de eventos e seu papel fundamental na atração de visitantes aos destinos nacionais”, enfatiza o Ministro, Marx Beltrão.

O valor máximo a ser pago é de R$ 200 mil por artista ou banda musical, e os proponentes poderão complementar a quantia, caso planejem um show mais caro. Os recursos serão destinados ao pagamento de cachês musicais, à divulgação do evento (rádio, TV, jornal e revista) e à locação de parte da infraestrutura do evento, como palcos, geradores, tendas e banheiros químicos. O limite para divulgação é de 20% do total do repasse, e para infraestrutura, de 30%.

A verba é restrita a eventos gratuitos, comprovadamente tradicionais e de notório conhecimento popular que sejam realizados por entes públicos. Durante a fase de análise, para obter apoio, estados e municípios precisam apresentar  proposta de preço, juntamente com notas fiscais dos últimos shows realizados com dinheiro público ou privado.

O órgão disponibiliza uma tabela de padronização dos itens de infraestrutura custeados nos eventos.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página