Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > A tocha em passeio pelo litoral cearense
Início do conteúdo da página
Olimpíada

A tocha em passeio pelo litoral cearense

Ministério do Turismo investiu cerca de R$ 900 milhões para a realização de obras de infraestrutura no Ceará

  • Publicado: Segunda, 28 de Março de 2016, 10h22
  • Última atualização em Quarta, 30 de Março de 2016, 15h09

 
As pipas do Cumbuco. Crédito: Embratur

Com cerca de 600 quilômetros de litoral, não é de se estranhar que a tocha olímpica passe parte das 72 horas que permanecerá no Ceará por roteiros famosos de sol e praia. A entrada no estado será em Aracati, município que abriga a famosa praia da Canoa Quebrada, e a saída por Camocim e Barroquinha, caminhos explorados na Rota das Emoções, roteiro que integra Ceará, Piauí e Maranhão pelo Oceano Atlântico. São cenários de coqueiros, manguezais, dunas de areias brancas, jangadas, redes de pescar e de dormir.

Para pernoite do símbolo dos Jogos Olímpicos Rio 2016, porém, os destinos do revezamento se dividiram entre a praia, na capital Fortaleza, e o interior, representado por Sobral, uma das potências econômicas do estado. Serão três dias, para percorrer nove municípios, passando por açudes, serras, planícies, rios e, muitas praias.

O trajeto, que começa no dia 07 de junho, tem Aquiraz, do Porto das Dunas, onde fica um dos maiores parques aquáticos do país; e Caucaia, da esportiva praia do Cumbuco coalhada de pipas de kitefurf. Aracati, além do conhecido litoral, possui um conjunto arquitetônico tombado como patrimônio histórico. Tem também a força do interior em Itapagé, a terra do bordado; Irauçuba; a cidades das redes; Granja e Massapê, já no rumo de volta para litoral a caminho do Piauí.

Importante destino de sol e praia e de negócios do país, o Ceará recebeu, desde 2003, investimentos da ordem de R$ 900 milhões do Ministério do Turismo para obras de infraestrutura turística. Destaques são a construção do Centro de Convenções de Fortaleza, que ajudou a impulsionar o turismo de negócios na capital, e do mercado de peixes, da Av. Beira Mar, principal cartão postal da cidade. Em Sobral, um dos projetos beneficiados foi o de restauro da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Conheça parte dos atrativos das cidades de pernoite da tocha olímpica no Ceará.


Fortaleza. Crédito: MTur

Fortaleza -No calçadão da Avenida Beira-Mar estão as principais atrações da capital: os hotéis de grandes redes, bares, restaurantes, feira de artesanato. Na famosa Praia do Futuro, barracas com estruturas que envolvem piscinas, massagem, internet e até shows de humor, marca registrada do cearense. Na região central da cidade, o centro de artesanato, o Museus do Ceará, o Mercado Central. A praia de Iracema, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, um complexo cultural que abriga museus, planetário, cinema e teatro; e as compras na Av. Mosenhor Tabosa são passeios imperdíveis.

Sobral -Quarta maior economia do Ceará, Sobral é também o principal centro universitário do interior do estado. A cidade ficou conhecida internacionalmente por ter sido um dos locais de comprovação da teoria da Relatividade, de Albert Einstein, em 1919. Por essa razão, tem entre os atrativos o Museu do Eclipse, que conta como tudo aconteceu.


Confira os destinos de passagem da tocha no estado, nesta ordem:

Aracati, Aquiraz, Fortaleza, Caucaia/Cumbuco, Itapagé, Irauçuba, Forquilha, Sobral, Massapê, Granja, Camocim e Barroquinha.




Canoa Quebrada. Crédito: Embratur


Ouça áudio / download (mp3) em que o diretor de Planejamento e Gestão Estratégica do MTur, Jun Yamamoto, frisa a importância do revezamento da Tocha para a divulgação de atrativos.


 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página