Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Destinos para apreciar no outono
Início do conteúdo da página
Destinos

Destinos para apreciar no outono

A Agência de Notícias do Turismo selecionou alguns destinos para conhecer antes do frio chegar

  • Publicado: Quarta, 23 de Março de 2016, 11h29
  • Última atualização em Quarta, 23 de Março de 2016, 18h11

Por Carolina Valadares


Pantanal. Foto: Embratur

O outono começou e com ele as temperaturas começam a baixar. É quando os dias e as noites têm a mesma duração, fenômeno chamado de equinócio. O Brasil não tem um outono tão definido quanto os países do hemisfério norte, mas ainda assim, na região Sul e Sudeste é possível sentir mais a diferença dessa estação, que dura de março a junho.  É quando as chuvas param e as folhas das árvores começam a cair.

A Agência de Notícias do Turismo listou alguns destinos para você curtir essa estação:

Pantanal: O bioma está tanto no estado do Mato Grosso, como no Mato Grosso do Sul. A boa época para ir é na vazante dos rios, que ocorre de maio a setembro, época em que aparecem os jacarés, as aves e as onças. A rodovia Transpantaneira é uma das atrações, a estrada que já é um passeio por si só, de onde se pode ver os animais em volta do carro. O percurso liga Poconé (MT) a Porto Jofre (MT).


Ponte JK, Brasília. Foto: Embratur

Brasília
: A capital do país ganha uma cor especial no outono, quando o céu fica bem azul em dias de muito sol e início da seca. Com o final das chuvas, as folhas das árvores começam a cair. Para sair do circuito administrativo da cidade, vale a pena apreciar o pôr do sol da Ermida Dom Bosco ou fazer SUP no lago Paranoá.

Serra do Cipó: A 100 km de Belo Horizonte, a Serra do Cipó é um destino de ecoturismo com diversas trilhas e cachoeiras pelo cerrado. É possível também fazer cavalgadas e esporte de aventura, como mountain bike, rapel e rafting. Antes de conhecer os atrativos da serra, contrate um guia profissional e cadastrado no Cadastur.

Campina Grande:  município da Paraíba, onde é comemorado um dos maiores São João do país.  Tem quadrilha, fogueira, forró, casamento coletivo e o trem do Forró nos finais de semana, que viaja até Galante. Um dos pratos típicos em Campina Grande é a carne de sol. Estando lá, visite também o Museu do Algodão e a Galeria de Arte Assis Chateaubriand.

Itaúnas: A criação do parque estadual de Itaúnas nos anos 90 garantiu a preservação das dunas, mangues e restingas e mantém os ares rústicos do local. A praia Riacho Doce é uma das mais belas da região. No passado o município foi soterrado pelas dunas e nos anos 80 foi redescoberto por mochileiros. O programa principal além da praia, fica por conta dos forrós à noite. Itaúnas fica a 27 km de estrada de chão de Conceição da Barra.


Curitiba. Foto: Embratur

Curitiba
: A cidade com diversas áreas verdes tem como atrações a Ópera de Arame, o Jardim Botânico, o Museu Oscar Niemayer, com peças de Tarsila do Amaral e Cândido Portinari, e a rua 24 horas. De Curitiba parte o trem em direção a Morretes, que passa por um dos trechos mais preservados de Mata Atlântica do país.


Pomerode. Foto: Prefeitura de Pomerode

Pomerode: O município fica no Vale Europeu e faz parte de um roteiro de 300 km de cicloturismo, que passa também por Timbó e Apiúna. Em Pomerode, intitulada a cidade mais alemã do Brasil, é possível apreciar a arquitetura germânica na rota do Enxaimel, com mais de 100 casas construídas nesse estilo alemão feito com hastes em madeira. Há também o Museu Casa do Imigrante. A culinária local sofre influência dos alemães e tem muita cuca, marreco recheado e apfelstrudel (torta de maçã).

registrado em:
Fim do conteúdo da página