Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > De Olímpia para Brasília
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

De Olímpia para Brasília

Série especial da Agência de Notícias do Turismo vai revelar os destinos por onde a Tocha Olímpica passará antes de chegar ao Rio de Janeiro

  • Publicado: Sexta, 19 de Fevereiro de 2016, 11h50
  • Última atualização em Terça, 23 de Fevereiro de 2016, 17h55

Brasília será a primeira cidade brasileira a ter contato com a Tocha Olímpica 2016, que desembarca por aqui no dia 3 de maio, vindo da cidade grega de Olímpia. É da capital federal, Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, que o símbolo dos Jogos Olímpicos parte numa espécie de peregrinação por mais de 330 municípios brasileiros. Essa é a primeira escala da Tocha e a reportagem número um da série "Na Trilha da Tocha", uma produção especial da Agência de Notícias do Turismo. De hoje até o início do revezamento, você poderá acompanhar pelo Portal do Turismo matérias exclusivas com roteiros dos principais destinos por onde o fogo olímpico irá passar.

 


Catedral de Brasília. Crédito: Embratur
 

O cenário onde a tocha estreia em solo brasileiro não poderia ser mais representativo da modernidade e da vanguarda na arte e na arquitetura. Brasília, destino de estudo de arquitetos de todo o mundo, é um verdadeiro museu a céu aberto. Os traços sinuosos de Oscar Niemeyer, o traçado urbano surpreendente de Lúcio Costa, o paisagismo de Roberto Burle Marx, a arte gráfica de Athos Bulcão, só para citar o time pioneiro, compõem um mosaico de referências imperdíveis para públicos de interesses diversos. 

Brasília é impregnada também de pedaços de Brasil em cada esquina (elas existem, sim), com sotaques, jeitos e comidas trazidas pelos pioneiros que largaram suas cidades para construir o sonho brasileiro. Destino de turismo cívico, cultural, a cidade amplia cada vez mais sua vocação no segmento de negócios e lazer, com oferta de ecoturismo e turismo de aventura a poucos quilômetros do centro. 

A cidade do rock, que lançou ídolos como Renato Russo, Cássia Eller, Capital Inicial, e tantos outros, tem roteiros para todos os gostos e um céu, cantado em prosa e verso. Do alto da Torre de Televisão, dá para ver o Plano Piloto e o Eixo Monumental e outros atrativos emblemáticos como a Esplanada dos Ministérios, Praça dos Três Poderes, Congresso Nacional, Palácio do Planalto e a Catedral, traços de Niemeyer.  Para lazer, o Parque da Cidade; o Lago Paranoá, com clubes e restaurantes na orla; e o Pontão do Lago Sul. A Ermida Dom Bosco é também excelente lugar para desfrutar da natureza e do pôr do sol.

 


Escultura "Os Candangos". Crédito: Embratur
 

O Ministério do Turismo, que enxerga no revezamento da tocha a grande oportunidade de nacionalização dos Jogos Olímpicos, investiu cerca de R$ 23,8 milhões, em obras de infraestrutura turística para tornar a capital um grande atrativo nacional e internacional. A mais recente intervenção, que teve grande impacto na Copa do Mundo, foi a sinalização turística trilíngue nos principais atrativos brasilienses. Outra obra de vulto foi a reforma do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, que permitiu a ampliação da oferta de eventos e shows, fazendo jus à fama de Brasília como cidade musical.

 

 

Ouça áudio / download (mp3) em que o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, frisa a importância do revezamento da Tocha para a divulgação de atrativos.

 

< ACESSE TODAS AS NOTÍCIAS


 

registrado em:
Fim do conteúdo da página