Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ministério promove “faxinaço” para combater o Aedes aegypti
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ministério promove “faxinaço” para combater o Aedes aegypti

Ação integra estratégia do governo federal de vistoriar prédios públicos da esfera federal em busca de focos do mosquito

  • Publicado: Sexta, 29 de Janeiro de 2016, 17h30
  • Última atualização em Quarta, 03 de Fevereiro de 2016, 11h42

Por Tatiana Alarcon 


Crédito: Paulino Menezes/Ascom/MTur

O governo federal declarou guerra ao Aedes aegypti, mosquito transmissor do zika vírus, dengue e chikungunya. E para mostrar que o combate ao mosquito deve ser diário e feito em todos os locais, o Ministério do Turismo promoveu, nesta sexta-feira (29), uma ação de mobilização dos servidores, colaboradores e terceirizados da pasta como parte do “Dia da Faxina”. A iniciativa promovida pelo governo federal, na Esplanada dos Ministérios, seguirá até a próxima quinta-feira (4).

A programação do dia teve início com a palestra de Lorraine Anastácia, representante da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, que falou sobre iniciativas de combate e prevenção ao Aedes, com momento para esclarecimento de dúvidas da plateia. Logo após foi realizada uma blitz no prédio para identificar e eliminar possíveis criadouros do mosquito, além da entrega de cartilhas e materiais informativos. O evento, realizado em parceria com o Ministério de Minas e Energia, ocorreu na sede dos Ministérios, em Brasília.

Para o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, a ação reforçou o engajamento da pasta, junto com outros órgãos públicos, no combate ao Aedes aegypti em prol da saúde pública do país. “Como o foco do mosquito é, principalmente, em casa e no trabalho, vamos começar essa faxina com a participação e a solidariedade dos nossos servidores para que o Ministério do Turismo seja exemplar nessa conduta", convocou. 

OUTRAS AÇÕES - O Ministério do Turismo começou o ano concentrado esforços em alertar os viajantes e os empreendimentos do setor sobre a importância de combater a proliferação do mosquito. No início do mês, enviou uma comunicação especial para mais de 56 mil hotéis, bares e restaurantes, agências de viagens, transportadores turísticos de todo o Brasil com dicas sobre o cuidado para evitar a proliferação do mosquito.  No material estão listadas as medidas que devem ser tomados nos locais com potencial para proliferação do mosquito como jardins, quintais, cozinhas, depósitos, animais de estimação e banheiros.

Como os meses de janeiro e fevereiro são de alta temporada no Brasil, o Ministério do Turismo também tem orientado para que o turista, antes de viajar, fique atento a ações para deixar a sua casa livre do mosquito, como os cuidados com a piscina e caixa d'água que podem ser potenciais criadouros do Aedes aegypti por acumular água parada.

O secretário-executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, avaliou como positivo o evento. “Estou muito feliz por ver tantas pessoas envolvidas nesta batalha. Temos que trabalhar arduamente para que o Brasil continue sendo o destino dos sonhos para os turistas nacionais e estrangeiros”, reforçou.

Ainda para prestar esclarecimentos aos turistas, o Ministério do Turismo disponibiliza em sua página na internet informações sobre saúde do viajante. O conteúdo, disponível nos idiomas português, inglês, espanhol e francês é produzido e atualizado constantemente pelo Ministério da Saúde. A página contém informações sobre dengue, Zika e chikungunya, sintomas, tratamento, prevenção, como denunciar focos, além da relação do zika com microcefalia. As gestantes encontram no hotsite conteúdo exclusivo sobre cuidados na gravidez, como prevenção contra o Aedes, uso de repelente e inseticida e amamentação.

Leia mais:

Turismo alerta setor para o combate ao Aedes aegypti


< ACESSE TODAS AS NOTÍCIAS


 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página