Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ipojuca é o destino turístico brasileiro que mais evoluiu na valorização do Meio Ambiente
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Ipojuca é o destino turístico brasileiro que mais evoluiu na valorização do Meio Ambiente

O município se destacou na preservação de suas reservas ecológicas e na separação e destinação adequada dos resíduos dos serviços de saúde da cidade

  • Publicado: Quarta, 09 de Dezembro de 2015, 11h05
  • Última atualização em Quarta, 09 de Dezembro de 2015, 14h40

Por Pedro Henrique Fideles


Ipojuca (PE). Crédito: Banco de imagens Embratur

O município pernambucano de Ipojuca, famoso pelas piscinas naturais de Porto de Galinhas, foi a cidade brasileira que mais se destacou quando o assunto é a valorização de seu patrimônio ambiental, de acordo com estudo de competitividade no turismo, divulgado nesta quarta-feira (9) pelo Ministério do Turismo, em parceria com o Sebrae e a Fundação Getúlio Vargas.

O Índice de Competitividade do Turismo Nacional permite avaliar o estágio real de desenvolvimento do turismo em cada município ou destino, entender onde as políticas de incentivo funcionaram e onde elas precisam ser repensadas. Para isso, monitora 65 destinos considerados indutores do desenvolvimento turístico do país. Ele analisa a situação de 13 categorias que compõem a atividade turística.

“O objetivo do estudo é fazer um diagnóstico e dar condições para que os destinos reconheçam as virtudes e as oportunidades, elevando o turismo à condição de atividade econômica essencial ao desenvolvimento do país”, disse o ministro Henrique Eduardo Alves.

A evolução dos aspectos ambientais se deve, especialmente, à preservação de reservas ecológicas, à existência de um órgão público destinado a coordenar as ações relacionadas ao Meio Ambiente e também e à separação e destinação adequada dos resíduos dos serviços de saúde da cidade. O município ocupa a 51ª posição no ranking geral de competitividade, obteve nota de 64,5 nesta categoria (em uma escala de 0 a 100), superando em 7,9 pontos percentuais o índice registrado no ano anterior. A estrutura de apoio e de acesso do município também recebeu boa avaliação. Para reduzir o impacto ambiental da atividade turística há um controle do número de visitantes diários para as piscinas naturais.

Além de Ipojuca, a capital pernambucana também foi destaque no estudo, ocupando a sexta posição no ranking de competitividade. Entre os atrativos turísticos de Recife, a pesquisa destaca a Praia de Boa Viagem, o Museu Cais do Sertão Luiz Gonzaga e os eventos programados para comemorar o Carnaval.


< ACESSE TODAS AS NOTÍCIAS


registrado em:
Fim do conteúdo da página