Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > MTur apresenta no Senado planejamento para grandes eventos
Início do conteúdo da página

MTur apresenta no Senado planejamento para grandes eventos

Comissão de Infraestrutura reuniu expoentes do esporte brasileiro e representantes do governo e entidades envolvidos nos preparativos da Copa 2014 e das Olimpíadas de 2016
  • Publicado: Terça, 20 de Abril de 2010, 15h55
  • Última atualização em Terça, 20 de Abril de 2010, 15h53

 Como o Brasil está se preparando para receber grandes eventos internacionais como a Copa do Mundo e as Olimpíadas? Para responder a essa pergunta a Comissão de Infraestrutura do Senado reuniu nesta segunda-feira (19) expoentes do mundo esportivo e representantes de entidades envolvidas com a preparação do país para os jogos.

O secretário executivo do Ministério do Turismo (MTur), Mário Moysés, disse, em sua exposição, que a previsão de investimentos em infraestrutura ultrapassa US$ 2 bilhões. Isso, apenas com recursos do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) do MTur. Para qualificar 306 mil profissionais, o gasto será de R$ 440 milhões, em quatro anos. Outros US$ 90 milhões serão aplicados para promover a imagem do Brasil no exterior.

“Queremos ser uma história de sucesso e para isso temos que trabalhar muito”, disse o representante do MTur. Segundo ele, o ministério trabalha com quatro eixos estratégicos no projeto da Copa: Infraestrutura, Hotelaria, Capacitação e Qualificação além de Promoção da Imagem.

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, apresentou filmes promocionais e a proposta vencedora da candidatura do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016. Ele revelou que o orçamento para obras de infraestrutura da Autoridade Pública Olímpica (APO), um consórcio interfederativo, será de US$ 11,6 bilhões. O Comitê Olímpico Internacional (COI) investirá US$ 2,8 bilhões.

Expoentes

A reunião contou com a participação também de expoentes do mundo esportivo. O ex-presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), João Havelange, que, aos 96 anos, contou um pouco da sua trajetória como um dos mais influentes dirigentes do futebol mundial. O presidente da Comissão Nacional de Atletas Olímpicos, Bernard Rajzman, ex-jogador de vôlei e inventor do saque “jornada nas estrelas”, defendeu mais investimentos nos atletas brasileiros e disse que “em termos esportivos, o Brasil evoluiu muito, nas últimas décadas”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página