Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Os novos passos do turismo no Brasil
Início do conteúdo da página

Os novos passos do turismo no Brasil

Documento que consolida reflexão sobre o setor para os próximos quatro anos e que subsidiará o novo Plano Nacional foi apresentado ao Conselho Nacional do Turismo
  • Publicado: Quarta, 28 de Abril de 2010, 07h52
  • Última atualização em Quarta, 28 de Abril de 2010, 08h50

Tendo em vista a necessidade de atualização periódica do planejamento das políticas públicas para o setor, o Ministério do Turismo (MTur), em parceria com o Conselho Nacional do Turismo (CNT) e o Fórum de Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), elaborou o Documento Referencial Turismo no Brasil 2011-2014. O documento, que subsidiará a revisão do Plano Nacional do Turismo 2011-2014, foi apresentado, nesta terça-feira (27/04), em Brasília (DF), aos membros do Conselho Nacional de Turismo (CNT), durante reunião do colegiado, formado por representantes do poder público e da iniciativa privada.

O documento, construído de forma democrática e participativa, é composto por diagnóstico detalhado da atividade turística no Brasil e no mundo, cenários e projeções para o setor no período de 2011 a 2014. E ainda traz propostas para atuação do MTur e demais parceiros do poder público e da iniciativa privada no desenvolvimento do turismo brasileiro.

“O documento transforma políticas públicas em políticas de estado, que independem de quem ocupa o governo. Mais que referência para o setor, é um passo além na formulação de políticas de desenvolvimento do turismo brasileiro”, destacou o ministro do Turismo, Luiz Barretto.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes e membro do CNT, Paulo Solmucci, o documento reflete os interesses da cadeia produtiva do turismo, não só do governo. “Estamos muito satisfeitos com o resultado do trabalho construído de forma democrática. Sem dúvida, esse é um belo exemplo de consenso e exercício da democracia”, finalizou.

A elaboração do documento contou com assessoria da Fundação Getúlio Vargas e foi coordenada por comitê gestor composto por membros do CNT, representantes do MTur e do Fornatur.
 

registrado em:
Fim do conteúdo da página