Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Opinar é fundamental
Início do conteúdo da página

Opinar é fundamental

Participação em consulta pública será decisiva para a criação de matriz hoteleira que atenda tanto sociedade quanto empresários do setor
  • Publicado: Quarta, 31 de Março de 2010, 03h27
  • Última atualização em Quarta, 31 de Março de 2010, 15h22

Um processo realizado de forma participativa, aberta e transparente. Esta é a dinâmica da construção da nova classificação hoteleira. O Ministério do Turismo (MTur) e o empresariado do setor discutem e sugerem os critérios que devem ser seguidos. Após essa discussão, as sugestões estarão disponíveis no Portal do MTur para consulta pública.

“A participação da sociedade é fundamental para o sucesso desta ação. Ela visa, principalmente, dar subsídios para que os consumidores escolham os meios de hospedagem com mais segurança e critérios bem definidos”, explica Ricardo Moesch, diretor do Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico.

Nesta semana, a discussão sobre a classificação hoteleira está acontecendo em Cuiabá (MT). O tema são os hotéis-fazenda. Representantes e autoridades do setor no Mato Grosso e região discutem critérios de padronização e sistematização para a futura classificação brasileira. A simbologia a ser usada são estrelas, já utilizadas internacionalmente.

A utilização de forma sustentável do patrimônio natural e cultural é um dos mais importantes diferenciais da matriz de hotel-fazenda. “O conceito de ecoturismo deve ser muito bem avaliado e valorizado como elemento captador de recursos para a região”, disse André von Thuronyi, da Associação de Turismo do Pantanal e Poconé (ATPP). Os elementos são analisados através dos conceitos de Infraestrutura, Serviços, Sustentabilidade e Bases Legais.

A Matriz para Hotel Urbano está disponível para contribuições até o dia 08 de abril e a Matriz para Resorts pode ser acessada até o dia 15 de abril. Os interessados podem enviar sugestões e contribuições conforme tabela disponibilizada para o endereço eletrônico classificacao@turismo.gov.br.

A primeira oficina foi sobre hotéis urbanos, realizada em Porto Alegre (RS), nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro. A segunda, para resorts, aconteceu nos dias 22 e 23 de março, em Salvador (BA). O Rio de Janeiro será a próxima etapa, dias 8 e 9/4, para cama e café. Na seqüência, Ouro Preto, dias 15 e 16/4, para hotéis históricos; Tibau do Sul - praia da Pipa (RN) dias 26 e 27/4, para pousadas; Vitória (ES), dias 3 e 4/5, para flats e, Manaus, dias 6 e 7/5, para hotéis de selva.
 

registrado em:
Fim do conteúdo da página