Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ex-Presidente do Banco Central da Argentina prevê crescimento de 4% na economia da América Latina
Início do conteúdo da página

Ex-Presidente do Banco Central da Argentina prevê crescimento de 4% na economia da América Latina

Para o executivo, mudanças nas políticas estruturais de desenvolvimento ajudam a região a sair mais rápido da crise mundial
  • Publicado: Segunda, 14 de Setembro de 2009, 23h38
  • Última atualização em Terça, 15 de Setembro de 2009, 11h37

O ex-presidente do Banco Central da Argentina, Mario Blejer, prevê um crescimento de 4% da economia latino-americana em 2010. Em palestra na 2ª Conferência Sul-Americana de Investimentos e Hotelaria e Turismo (SAHIC 2009), no Rio de Janeiro, ele afirmou que o Brasil e a China, que deverá crescer 10% no mesmo período, lideram o processo de recuperação da economia neste período pós-crise.

“O Brasil é um dos países emergentes que está saindo mais rápido da crise a partir deste segundo semestre. Como ele é líder na América Latina, acabará influenciando os demais países”, afirmou o Blejer, para uma platéia composta por executivos e investidores dos maiores grupos hoteleiros do mundo. Segundo ele, há consenso no meio empresarial em relação a essa avaliação otimista. No entanto, a recuperação será “sustentável, mas lenta”.

Mario Blejer atribui essa situação da América Latina, em geral, a mudanças nas políticas estruturais de desenvolvimento dos governos locais. E avalia que a democratização da região é fundamental nesse processo. “A economia latino-americana caiu 3% com a crise e a expectativa que aumente em 4% em 2010”.

Ao avaliar alguns resultados sobre a queda da ocupação hoteleira em vários países, que mostra que no México a queda foi de 20%, o ex-presidente comentou que há um diferencial no Brasil, já que o Rio de Janeiro foi a única cidade na qual a taxa cresceu em 5%.
 

registrado em:
Fim do conteúdo da página