Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ministro do Turismo faz balanço do turismo brasileiro na Câmara dos Deputados
Início do conteúdo da página

Ministro do Turismo faz balanço do turismo brasileiro na Câmara dos Deputados

Barretto convidou parlamentares para o lançamento do programa Bem Receber Copa, que visa à qualificação de 306 mil profissionais do turismo para o evento que acontece em 2014
  • Publicado: Quarta, 28 de Abril de 2010, 14h43
  • Última atualização em Quarta, 28 de Abril de 2010, 14h40

O ministro do Turismo, Luiz Barretto, destacou, em audiência pública na Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (28), em Brasília (DF), a “vitalidade” do mercado interno brasileiro e o crescimento “vigoroso” da economia. O objetivo do encontro foi apresentar balanço do turismo brasileiro e as perspectivas para o setor.

“Hoje, vivemos um crescimento acima do chinês no número de desembarques domésticos. Somente no primeiro trimestre deste ano, os desembarques tiveram aumento de 32% em relação ao mesmo período de 2009”, ressaltou Barretto.

A presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, deputada federal Raquel Teixeira, respondendo a questionamentos dos deputados presentes, citou o trabalho do legislativo para aprovação de projetos importantes para o setor.

Teixeira disse que solicitou ao presidente da casa, Michel Temer, atenção e agilidade na aprovação de três projetos: flexibilização dos vistos, regulação dos agentes de viagem e aumento da participação do capital estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras de 20% para 49%. Segundo Teixeira, Temer considera as pautas positivas e mostrou-se disponível para agilizar o processo.

Barretto destacou também que o empresariado do setor turístico está otimista. Dados da VI Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo, elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostram que a expectativa dos empresários do setor, para este ano, é de aumento de 14,6% no faturamento, quando comparado a 2009.

Outro dado apresentado foi o aumento de 400%, entre 2003 e 2009, no valor dos financiamentos concedidos pelas instituições financeiras federais ao turismo. Em 2009, o número chegou a R$ 5,6 bilhões.

“Este ano, os financiamentos dos bancos públicos serão impulsionados pela criação de novas linhas de crédito para construção, reforma e ampliação de hotéis, tendo em vista a Copa do Mundo de 2014”, disse o ministro.

As linhas, fruto da articulação do Ministério do Turismo (MTur) com instituições financeiras federais, totalizam R$ 1,8 bilhão – sendo R$ 1 bilhão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 800 milhões provenientes dos Fundos Constitucionais de Financiamento (FCOs) do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. “Com esses recursos tenho certeza que não faltarão hotéis para a Copa. O Brasil dará conta do recado”, enfatizou Barretto.

Segundo Teixeira, “a Copa será uma oportunidade imperdível para consolidar uma indústria importante para o desenvolvimento econômico do país, o Turismo”.

Barretto aproveitou para convidar os parlamentares presentes para o lançamento do programa Bem Receber Copa, nesta quinta-feira (29), em São Paulo (SP). O programa visa à qualificação de 306 mil profissionais do turismo para a Copa.

Na próxima semana, o ministro segue para Washington (EUA) para negociar, junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a ampliação da linha de crédito de US$ 1 bilhão do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). O programa conta também com recursos de US$ 700 milhões da Corporação Andina de Fomento (CAF). Nos últimos seis anos, o MTur investiu R$ 6 bilhões em infraestrutura.

A audiência foi presidida pela deputada federal Raquel Teixeira e contou com a presença de parlamentares da casa, que parabenizaram o trabalho de Barretto frente ao MTur.
 

registrado em:
Fim do conteúdo da página