Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Brasil mostra ao mundo metodologias para avaliar desempenho do turismo
Início do conteúdo da página

Brasil mostra ao mundo metodologias para avaliar desempenho do turismo

Estudo de Competitividade dos 65 destinos indutores foi um dos trabalhos apresentados em conferência na Espanha
  • Publicado: Sexta, 06 de Novembro de 2009, 02h10
  • Última atualização em Sexta, 06 de Novembro de 2009, 14h05

Inovação. A palavra-chave para se entender porque o Brasil está entre os países com destaque no desenvolvimento de metodologias para avaliação da economia do turismo. Para levar essa experiência para o mundo, técnicos brasileiros participaram no final de outubro, em San Sebastian, na Espanha, da I Conferência Internacional sobre Medição e Análise da Economia do Turismo Regional.

“O Brasil é considerado, segundo parâmetros da Organização Mundial do Turismo (OMT), um país inovador no que se refere ao desenvolvimento de estudos e pesquisas que contribuem com a economia do turismo no mundo”, explicou o diretor de Estudos e Pesquisas do MTur, José Francisco Salles Lopes, representante do Brasil no evento junto com o Chefe do Núcleo de Estudos Avançados de Turismo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Luiz Gustavo Barbosa.

Estudos como o Boletim de Desempenho Econômico do Turismo, a Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo e o Estudo de Competitividade dos Destinos Turísticos Indutores são alguns exemplos de trabalhos desenvolvidos no país. O maestro dessa orquestra é o Ministério do Turismo (MTur), que tem como parceiros entidades consagradas como a FGV, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) na empreitada para entender os meandros da economia do turismo.

Para se ter idéia da importância do trabalho elaborado no Brasil, o estudo sobre medição de mão-de-obra do turismo, realizado em parceria com o Ipea, servirá de base para a definição de metodologia para apuração de dados sobre a empregabilidade no setor. “A OMT convocou seis países para tratar do assunto, em março de 2010, em Madri”, contou Lopes. Além do Brasil, foram convidados o Canadá, a Austrália, Espanha, África do Sul e Áustria.

Debates

“Inovação na Economia do Turismo” foi o tema da mesa presidida pelo Brasil na Conferência. Os debates envolveram representantes dos Estados Unidos, países da União Européia, Ásia e América Latina. Outros painéis abordaram os seguintes assuntos: “Necessidade de nova forma de abordagem das micro e pequenas empresas turísticas”; “A medição e a análise do turismo doméstico – a relevância de uma matriz origem/destino” e “Novos instrumentos para medição dos fluxos turísticos”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página