Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > MTur e UFSC iniciam o diagnóstico de rotas turísticas em 158 municípios
Início do conteúdo da página
MOBILIDADE E CONECTIVIDADE

MTur e UFSC iniciam o diagnóstico de rotas turísticas em 158 municípios

Parceria, viabilizada por meio do Labtrans, permitirá melhorias nas condições de circulação em 30 rotas turísticas do país

  • Publicado: Terça, 17 de Novembro de 2020, 14h12
  • Última atualização em Terça, 17 de Novembro de 2020, 14h17

Por Amanda Costa

171120 - foto matéria conectividade.jpg

Parceria trará melhorias nas condições de circulação em 30 rotas turísticas do país. Crédito: Bento Viana/GDF

Já começou o mapeamento e diagnóstico de 30 rotas turísticas estratégicas do Brasil, distribuídas em 158 municípios e contempladas no programa Investe Turismo. A parceria, firmada entre o Ministério do Turismo e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em outubro, vai permitir traçar as condições de transporte nestas rotas, incluindo a estrutura existente, integração dos modais e a disponibilidade de informações aos turistas. No último mês, representantes dos dois órgãos se reuniram, em Florianópolis (SC), para discutir o andamento das ações.

Na avaliação do secretário nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do Ministério do Turismo, Lucas Fiuza, a oferta de infraestrutura e integração entre os diversos modais de transporte é determinante para o desenvolvimento de destinos turísticos. “Este diagnóstico será fundamental para que consigamos planejar melhorias de infraestrutura nestas rotas e proporcionarmos mais conforto, segurança e viabilidade aos turistas nos deslocamentos”, justificou. “Assim, vamos oportunizar investimentos no setor e importantes parcerias que vão gerar mais empregos e renda no Brasil”, finalizou.

O mapeamento abrangerá os modais rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo das 30 rotas turísticas do programa Investe Turismo e possibilitará o planejamento de melhores condições ao transporte turístico de passageiros.

A coordenadora de Apoio a Projetos de Mobilidade e Conectividade do Ministério do Turismo, Valesk Rebouças, detalha as ações já em curso. “Estamos levantando legislações e resoluções que podem ser aprimoradas, realizando pesquisas, mapeando infraestruturas e serviços de rotas turísticas, inclusive, com visitas. Com isso, vamos conseguir entregar um plano de ação para todos os modais de transporte”, disse.

Além do diagnóstico das necessidades específicas no que se refere ao deslocamento de pessoas, a parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina também prevê o desenvolvimento de uma estratégia de capacitação aos setores públicos locais e entidades privadas ligadas ao turismo. E, ainda, o desenvolvimento de uma base georreferenciada com os principais elementos de infraestrutura e informações das 30 rotas turísticas.

PARCERIA - O Laboratório de Transporte e Logística (LabTrans) da Universidade Federal de Santa Catarina, é quem está conduzindo os estudos e pesquisas encomendados pelo Ministério do Turismo. Criado em 1998, a instituição já prestou serviços, por exemplo, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a Secretaria de Aviação Civil (SAC).

171120 - foto matéria conectividade 2.jpg

Representantes dos dois órgãos se reuniram para discutir o andamento das ações. Crédito: divulgação

O coordenador-geral de Mobilidade e Conectividade Turística do Ministério do Turismo, Higor Guerra, acredita que a expertise da instituição na área de transportes é um diferencial. “O Labtrans reúne um vasto conhecimento técnico em infraestrutura e serviços de transporte em todo o país, o que contribuirá para a eficiência deste diagnóstico que busca a melhoria da mobilidade e conectividade turística”, disse.

INVESTE TURISMO - O programa Investe Turismo é um esforço conjunto entre Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur para acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade e a competitividade de 30 rotas turísticas estratégias distribuídas em 158 municípios do país. O programa prevê investimentos e ações de incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, melhoria de serviços, inovação e marketing. Para conhecer estas rotas clique AQUI.

Edição: Rafael Brais

agencia noticiais MTUR.jpeg

registrado em:
Assunto(s): turismo , mapeamento
Fim do conteúdo da página