Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Goiânia, Capital do Cerrado, completa 87 anos
Início do conteúdo da página
ANIVERSÁRIO

Goiânia, Capital do Cerrado, completa 87 anos

A cidade mais arborizada do país faz aniversário neste sábado (24.10) e atrai turistas de todo o mundo em busca de cultura, natureza e diversão

  • Publicado: Sexta, 23 de Outubro de 2020, 11h48
  • Última atualização em Sexta, 23 de Outubro de 2020, 11h51

Por Vanessa Castro

Goiânia_Crédito_LeandroMoura.jpg

Capital do Cerrado e da Música Sertaneja, Goiânia completa, neste sábado (24.10), 87 anos de história. Também conhecida como Cidade Verde, por ser a mais arborizada do país, a capital goiana é famosa pela gastronomia regional e pela vida noturna agitada. Todas essas características fazem jus à diversidade de atrativos e à riqueza cultural e natural que atraem milhões de turistas à cidade todos os anos.

Um dos pontos históricos e culturais de destaque é o importante conjunto urbano, localizado no centro, formado por 22 edifícios e monumentos tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Dentre os bens reconhecidos estão o Cine Teatro Goiânia, a Estação Ferroviária e a Torre do Relógio, que está sendo restaurada com recursos do Ministério do Turismo.

Torre do Relógio.jpg

O MTur destinou cerca de R$ 685 mil para restauração da Torre do Relógio, um dos ícones da cidade. Crédito: Leandro Moura/MTur

A Praça Cívica está entre os principais elementos do conjunto urbano tombado pelo Iphan. Inaugurada em 1933, a praça é considerada o marco inicial da construção do município e abriga monumentos, museus e o famoso Palácio das Esmeraldas, sede do governo estadual. Além dessas atrações, também é possível visitar o Mercado Central, a Vila Cultural de Cora Coralina, o Museu de Arte e o Centro Cultural Oscar Niemeyer.

Localizada no coração do Cerrado, bioma presente em mais de 2 milhões de km² do Brasil, Goiânia é conhecida por ser a cidade mais arborizada do país, com quase 90% de área verde, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mais de 30 parques e bosques abraçam a cidade dando um ar campestre a um centro urbano e comercial onde vivem mais de 1,5 milhão de pessoas.

Parque Goiania.jpg

O Zoológico de Goiânia é uma ótima opção para os amantes da natureza. Crédito: Leandro Moura/MTur

O Cerrado contribuiu para moldar os costumes culinários da região, em que foram incorporados frutos nativos como o murici, a cagaita, o buriti e o baru, muito utilizado na alta gastronomia. Quem nunca ouviu falar do controverso pequi, precisa provar a iguaria popular da culinária goiana que divide opiniões pelo aroma e sabor intensos.

Pequi.jpg

Conhecido como "Ouro do Cerrado", o pequi está presente em diversos pratos e bebidas regionais. Crédito: Leandro Moura/MTur

Além da riqueza de frutos, a capital goiana conquista o paladar com pratos típicos feitos com milho, como a pamonha e o curau, além de outras especialidades como o leitão à pururuca, o arroz de suã, o empadão goiano, o arroz com pequi e a guariroba. Outro quitute muito popular é o “pit dog” que, de tão relevante para a identidade local, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial de Goiás. A maior parte dessas delícias pode ser degustada nos milhares de restaurantes e quiosques espalhados pela cidade.

Também conhecida pela vida noturna agitada, gente bonita e diversidade de bares e boates, Goiânia é considerada a Capital da Música Sertaneja, por ser um polo da indústria do ritmo e por ser berço da carreira de cantores de sucesso como Bruno e Marrone e Marília Mendonça. A fama atrai milhares de turistas e moradores aos estabelecimentos em busca de diversão, principalmente nos setores Bueno e Marista, pontos mais badalados da capital.

Edição: Victor Maciel

agencia noticiais MTUR.jpeg

registrado em:
Assunto(s): Aniversário Goiânia
Fim do conteúdo da página