Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Acordo MTur-MCTI garante fomento à inovação em turismo
Início do conteúdo da página
INOVAÇÃO

Acordo MTur-MCTI garante fomento à inovação em turismo

Parceria vai definir ações que proporcionem transformação digital e a disponibilidade de destinos inteligentes no país

  • Publicado: Terça, 20 de Outubro de 2020, 21h31
  • Última atualização em Sexta, 23 de Outubro de 2020, 11h07

Por André Martins

20_10_20_assinatura_acordo_mcti_credito_roberto_castro_mtur_02 (2).jpg

Iniciativa visa utilizar a tecnologia para facilitar a vida do turista e promover os destinos brasileiros. Crédito: Roberto Castro/MTur

Desenvolver ações conjuntas com foco em inovação no turismo. Este é o objetivo de um acordo de cooperação técnica firmado nesta terça-feira (20.10) durante uma transmissão online que contou com a participação dos ministros do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes. A parceria prevê a definição de políticas públicas voltadas à digitalização e à criação de destinos inteligentes, em especial por meio do Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT), estabelecido pelo governo federal em junho de 2019.

Marcelo Álvaro Antônio destacou o empenho pela ampliação do uso de tecnologia em prol de avanços no turismo. “Nos governos anteriores, o Ministério do Turismo não tinha a preocupação de colocar a ciência, a tecnologia e a inovação a serviço do turismo. A gente percebeu que precisava fazer com que o turismo brasileiro pudesse utilizar essas ferramentas tão importantes, buscando soluções para facilitar a vida do turista e divulgar os nossos destinos”, apontou.

Álvaro Antônio elencou medidas adotadas para preservar atividades e empregos no setor durante a pandemia e citou a inovação como diferencial na retomada. “A ciência e a inovação vão ser fundamentais para que a gente possa voltar o mais rápido possível ao patamar de crescimento verificado pelo turismo em 2019. O presidente Bolsonaro tem nos dado todo o apoio necessário para fazer com que o nosso potencial cada dia mais se torne realidade”, acrescentou.

O acordo envolve medidas como a identificação de obstáculos à efetivação de ferramentas tecnológicas na área, além de iniciativas para que a transformação digital dos destinos ocorra de forma integrada aos princípios de sustentabilidade social, ambiental e econômica. A cooperação engloba ainda a elaboração de estratégias que facilitem a adoção de soluções de loT voltadas ao aumento da eficácia de programas desenvolvidos no setor.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, manifestou otimismo quanto a avanços com a parceria. “Ciência e tecnologia estão em tudo, e temos muito a fazer junto ao Ministério do Turismo. A gente trabalha para tornar o Brasil uma potência no turismo, e tenho certeza que a gente vai transformar esse país no melhor destino do planeta, com vantagens para a nossa população e também para todos os que trabalham no turismo”, declarou.

Os ministérios vão estabelecer a Câmara do Turismo 4.0, coordenada pelo MTur, em comum acordo com o MCTI, propiciando a ampla participação da academia, de institutos de ciência e tecnologia e de demais atores relevantes do cenário da inovação no contexto do turismo. Após a criação do grupo, será proposto um cronograma de trabalho em conjunto com todos os integrantes, a fim de definir as estratégias necessárias ao cumprimento das metas previstas.

A transmissão online também contou com as participações do secretário executivo do MTur, Daniel Nepomuceno, e do secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Paulo Alvim, que enfatizaram a importância da tecnologia para o desenvolvimento do turismo. Também acompanharam a assinatura do acordo o secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do MTur, William França; o secretário nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do MTur, Lucas Fiuza, entre outros.

INICIATIVAS - A busca por transformação digital no mercado de viagens foi o foco do 1º Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo, promovido neste ano pelo MTur, o MCTI e o Wakalua Innovation Hub - primeiro polo global de inovação em turismo, com a colaboração da Organização Mundial do Turismo (OMT). Quase 800 startups se inscreveram na seleção, e as 10 finalistas foram classificadas para as semifinais da terceira edição da competição global de startups da OMT.

Outra iniciativa do MTur em curso na área é um mapeamento inédito para verificar a disponibilidade de internet pública gratuita (Wi-Fi) em atrativos das 30 rotas estratégicas contempladas pelo Programa Investe Turismo, voltado à estruturação e à promoção dos roteiros. Os dados vão ajudar a nortear futuras ações e investimentos do governo federal para proporcionar avanços na digitalização de localidades que ainda não oferecem livre acesso à rede.

IoT - O Plano Nacional de Internet das Coisas reúne objetivos para o fomento a esse tipo de tecnologia. O termo IoT (na sigla em inglês) designa um ecossistema em que não apenas pessoas são conectadas por meio de aparelhos digitais, mas também dispositivos interligados à rede mundial de computadores. A iniciativa busca melhorar a qualidade de vida das pessoas e elevar a eficiência de serviços, em áreas como saúde, cidades, indústria e atividades rurais.

Edição: Rafael Brais

agencia noticiais MTUR.jpeg

registrado em:
Fim do conteúdo da página