Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Vitória (ES), recebe obras estruturais
Início do conteúdo da página
OBRAS

Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Vitória (ES), recebe obras estruturais

Iphan, autarquia do MTur, vai investir R$ 350 mil em obras de contenção estrutural e conservação

  • Publicado: Quarta, 14 de Outubro de 2020, 11h08
  • Última atualização em Quinta, 15 de Outubro de 2020, 14h41

Por Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)

141020 - Ig Rosário VitoriaES.jpg

Os trabalhos se iniciaram no último dia 05 e devem ser finalizados em quatro meses. Crédito: Iphan

Situada no alto de uma longa escadaria, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Vitória (ES), se destaca na paisagem capixaba. Para garantir o acesso com segurança ao templo, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia federal vinculada à Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, vai investir R$ 350 mil em obras de contenção estrutural e conservação do monumento.

As melhorias vão devolver a Igreja aos fiéis e turistas, já que celebrações e visitações estavam suspensas desde maio de 2019 devido aos riscos no acesso ao bem cultural. Os trabalhos se iniciaram no dia 05 de outubro, e estão previstos para serem finalizados em quatro meses.

O escopo das intervenções contempla a resolução de problemas estruturais dos muros, serviços no sistema de drenagem, recuperação da rampa metálica e das alvenarias, pintura externa, instalação de guarda-corpo na escadaria frontal, dentre outras ações.

Tombada em 1946, a igreja está inscrita no Livro do Tombo Histórico do Iphan. Mas a história da edificação se inicia muito antes, ainda no século XVIII. A construção do templo foi iniciada em 1765. Na época, encontrava-se afastada do núcleo original da povoação da Vila de Vitória e a entrada principal do templo era voltada para o mar.

De arquitetura e altares barrocos, sua estrutura principal foi erguida, em apenas dois anos, pelos membros da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos. Ao longo dos anos, a edificação testemunhou o crescimento da cidade ao redor sem deixar de permanecer como um marco para os capixabas. 

agencia noticiais MTUR.jpeg

registrado em:
Assunto(s): turismo , iphan , obras
Fim do conteúdo da página