Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Turismo no Dia das Crianças: viagens de curta distância e busca por natureza
Início do conteúdo da página
DIA DAS CRIANÇAS

Turismo no Dia das Crianças: viagens de curta distância e busca por natureza

Com todos os cuidados de biossegurança, famílias priorizam passeios próximos de casa e a tranquilidade do ecoturismo

  • Publicado: Sexta, 09 de Outubro de 2020, 14h57
  • Última atualização em Sexta, 09 de Outubro de 2020, 16h45

Por Rafael Brais

091020 - matéria dia das crianças.jpg

Carol, Tatiana e Marcelo (da esq. para dir.) vão priorizar lugares próximos e com natureza. Crédito: arquivos pessoais

Com a gradual retomada do turismo no Brasil, muitas famílias estão planejando passeios para levar os pequenos no Dia das Crianças (12.10). E, reforçando os dados divulgados recentemente pelo aplicativo Waze, a tendência é que a retomada do turismo passe por viagens domésticas, de curta distância e com natureza. E, claro, a prioridade tem sido para lugares que adotam as medidas de biossegurança e respeitam os protocolos de saúde, como os estabelecidos pelo selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo.

Os números do Waze indicam preferência por destinos próximos de casa (64%), que possam ser acessados por veículos particulares (61%), sendo que 59% devem evitar localidades muito frequentadas. Além disso, de acordo com pesquisa do Instituto Ipsos, 40% dos brasileiros gostariam de ser informados sobre medidas de segurança contra a Covid-19 adotadas por serviços turísticos.

A publicitária Carolina Torres tem buscado locais próximos de sua casa, com natureza e priorizando espaços abertos. Ela conta que tem tomado os cuidados de distanciamento social, uso de máscaras e álcool em gel. “Com isso nos sentimos seguros nas poucas vezes que temos saído, já que é um momento ainda de cautela”, afirmou.

Para o Dia das Crianças, ela está programando levar a filha Malu (3) a dois locais em especial, ambos em Itu (SP). "A Fazenda Cana Verde, uma fazenda de verdade, em atividade, com animais e muito espaço. E o Sítio Restaurante Von Strudel, que tem comida alemã deliciosa, num sítio bem cuidado, com parquinho, lago com patos e espaço para as crianças”, detalhou.

A publicitária tem um canal nas redes sociais (@pezinhoestrada) pelo qual dá dicas práticas de viagens com bebês e crianças. “Tão importante nesse momento de tanta privação para todos, e também para as crianças ter esse contato direto com a natureza, descobertas, novas experiências que são tão importantes para o desenvolvimento e bem-estar delas”, declarou.

A jornalista Tatiana de Jesus encontrou dificuldades para achar vagas disponíveis para a semana da criança em hotéis-fazenda de Minas Gerais. Acabou achando uma colônia de férias em Ubatuba (SP), para onde vai levar os filhos Lorena (10) e Caio (8). “Na minha família, temos o costume de fazer duas viagens por ano com as crianças em local com recreação. Com a pandemia, acabamos adiando o planejamento das férias do meio de ano”, explicou.

Tatiana explica que a família optou por Ubatuba para curtir a semana da criança e dar uma pausa no trabalho e no estudo remoto. "Para mim, viagem em família faz parte do álbum de memória infantil e é fundamental para construção do futuro cidadão. São momentos que ficam guardados para sempre”, pontuou. "Em 2020, esta pausa nos estudos está sendo mais do que necessária, um verdadeiro presente para pais e filhos”, comentou.

Para a jornalista, os estabelecimentos estão preparados para receber os turistas e a população está consciente do “novo normal”. “Máscara, álcool em gel e distanciamento social”, listou.

LIBERDADE - O músico Marcelo Correia vai aproveitar as folgas do mês das crianças para sair um pouco da vida de "presos no apê”, e buscar lugares mais arejados e perto da natureza para levar a filha Liz (3). Os destinos? Um sítio no município de Miguel Pereira (RJ) e Fernando de Noronha (PE). “Esse tipo de viagem traz para as crianças mais liberdade, proporciona um contato maior com a natureza, além de ter mais espaço para atividades”, disse.

Para ele, as medidas de biossegurança são importantes, assim como os cuidados adotadas por cada família. “Achamos que Noronha pode ser um lugar seguro por ser um local com limite de acesso”, apostou.

SEGURANÇA - Lançado em junho, o selo “Turismo Responsável - Limpo e Seguro”, disponibilizado pelo Ministério do Turismo, busca auxiliar a retomada de atividades do setor seguindo requisitos de biossegurança. (Acesse aqui) O órgão publicou protocolos sanitários recomendados a 15 segmentos que integram o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), além de um conjunto de orientações a visitantes.

Edição: Amanda Costa

agencia noticiais MTUR.jpeg

registrado em:
Assunto(s): turismo , dia das crianças
Fim do conteúdo da página