Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Abav Collab é palco de discussão sobre Selo Turismo Responsável
Início do conteúdo da página
SELO TURISMO RESPONSÁVEL

Abav Collab é palco de discussão sobre Selo Turismo Responsável

Atualmente, 15 atividades turísticas contam com protocolos de biossegurança; 22.400 adesões já foram contabilizadas

  • Publicado: Quinta, 01 de Outubro de 2020, 18h39
  • Última atualização em Quinta, 01 de Outubro de 2020, 18h40

Por Lívia Nascimento

011020 - selo abav.jpg

Atualmente, 15 atividades turísticas contam com protocolos de biossegurança. Crédito: Roberto Castro/MTur

O Selo Turismo Responsável - Limpo e Seguro foi a pauta da Live do Ministério do Turismo, nesta quinta-feira (01.10), como parte da colaboração no Abav Collab. A iniciativa, lançada em junho, integra as ações adotadas pela Pasta para proporcionar a recuperação do setor em meio à pandemia do novo coronavírus. O Selo Turismo Responsável já contabiliza 22.400 adesões por parte de empreendimentos e guias de turismo.

Atualmente, 15 atividades turísticas contam com protocolos de biossegurança. As orientações foram elaboradas em parceria com o trade turístico e validado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O debate promovido no Abav Collab contou com a participação da coordenadora-geral de Turismo Responsável do Ministério do Turismo, Rafaela Lehmann; o coordenador de Saneantes da Anvisa, Webert Gonçalves; e a coordenadora de Turismo do Sebrae Nacional, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Ana Clévia Guerreiro.

“Todo esse trabalho desenvolvido pelo Ministério do Turismo integra um conjunto de ações que tem como objetivo assegurar que a retomada da atividade ocorra da maneira mais segura, tanto para o viajante como também para o trabalhador do setor”, avaliou a coordenadora-geral de Turismo Responsável, Rafaela Lehmann. “E a adesão a essa iniciativa comprova que estamos no caminho certo para atender a esse novo perfil de turista”, completou.

Para solicitar o Selo, o interessado deve acessar o site da iniciativa, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Em caso positivo, ele adere à autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão.

Webert Gonçalves reforçou a importância da Anvisa neste período para auxiliar o viajante. “Estamos presentes em todos os aeroportos, ajudando as pessoas com protocolos, e vamos continuar aqui tentando fomentar em relação as informações para poder ir e voltar com segurança. E para isso é importante seguir os protocolos, em especial do Ministério do Turismo, para que possamos ter a retomada em segurança”, defendeu.

De acordo com a coordenadora Ana Clévia, o Sebrae está totalmente aberto a ajudar os parceiros para a transição deste “novo” normal. “E contamos com todos para que o turismo volte a desempenhar todo seu potencial que é fazer as pessoas voltarem a viajar”, afirmou.

SELO - O Selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Estão disponíveis protocolos para: Meios de Hospedagem; Agências de Turismo; Transportadoras Turísticas; Organizadoras de Eventos; Parques Temáticos; Acampamentos Turísticos; Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares; Parques Temáticos Aquáticos; Locadoras de veículos para turistas e Guias de Turismo, entre outros.

Edição: Rafael Brais

WhatsApp Image 2020-09-02 at 15.22.56.jpeg

Fim do conteúdo da página