Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Em reunião com agentes financeiros, MTur busca acelerar liberação de crédito extraordinário do Fungetur
Início do conteúdo da página
FUNGETUR

Em reunião com agentes financeiros, MTur busca acelerar liberação de crédito extraordinário do Fungetur

Primeira etapa do encontro foi com bancos das regiões Sul e Sudeste do Brasil

  • Publicado: Quarta, 02 de Setembro de 2020, 19h32
  • Última atualização em Quarta, 02 de Setembro de 2020, 19h33

Por Rafael Brais

02_09_20 - agentes Fungetur.jpg

 Reunião alinhou informações sobre crédito extraordinário do Fungetur. Crédito: Kiara Mila Goulart/MTur

O Ministério do Turismo recebeu nesta quarta-feira (02.09) representantes de agentes financeiros das regiões Sul e Sudeste para alinhar informações e acelerar a destinação do crédito extraordinário do Fundo Geral de Turismo (Fungetur). Em maio, a Medida Provisória nº 963 proposta pelo Ministério do Turismo destinou R$ 5 bilhões para socorrer o setor que foi um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus. A ação é considerada a maior operação de crédito da história para o turismo brasileiro.

O secretário executivo do Ministério do Turismo, Daniel Nepomuceno, ressaltou a relevância do encontro para otimizar o acesso ao Fungetur e, com isso, fazer chegar os recursos para quem mais precisa. “Nosso objetivo sempre foi dar condições para que o setor consiga sobreviver aos efeitos da pandemia e, assim, preservar empregos e se preparar para a retomada das atividades”, disse. “O Fungetur tem se mostrado ferramenta imprescindível para o setor”, concluiu.

Durante a reunião, a equipe do Ministério do Turismo procurou tratar dos procedimentos de escoamento de recursos e promover um alinhamento de ações para acelerar as contratações dos financiamentos destinados a socorrer o setor turístico. Também fizeram parte da pauta os fundos garantidores, a importância do Cadastur, assim como os principais gargalos e oportunidades para acessar os R$ 5 bilhões previstos para o Fungetur.

O presidente da AgeRio, Alexandre Rodrigues, elogiou a reunião e os esclarecimentos do MTur e destacou que os créditos do Fundo Geral de Turismo são essenciais para o setor. “Os recursos do Fungetur são imprescindíveis para nossa atuação”, disse.

Além de membros do Ministério do Turismo, o encontro contou com a participação de representantes da Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro (AgeRio); da Agência de Fomento do Estado de São Paulo (Desenvolve SP); do Badesul Desenvolvimento S.A (RS); e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

R$ 5 BILHÕES - Em maio, a Medida Provisória nº 963, proposta pelo Ministério do Turismo, destinou R$ 5 bilhões para socorrer o setor que foi um dos mais afetados, maior operação de crédito da história para o turismo brasileiro. Dos 1.301 contratos, 851 foram para capital de giro, 428 para aquisição de bens, 13 para obras e 9 para bens/capital de giro ou bens/obra.

Com um aumento de mais de 400% nos contratos firmados apenas nos primeiros sete meses de 2020 em relação a todo ano de 2019 e de 2.610% em relação ao total de 2018. Ao todo, o Ministério do Turismo, responsável pelo Fundo já empenhou R$ 1,4 bilhão. Entre janeiro e julho deste ano foram contratadas 1.301 operações, sendo 97% de micro e pequenas empresas.

Edição: Victor Maciel

WhatsApp Image 2020-09-02 at 15.22.56.jpeg

 

registrado em:
Assunto(s): turismo , fungetur
Fim do conteúdo da página