Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ministério do Turismo registra entrega de 443 obras no primeiro semestre
Início do conteúdo da página
OBRAS

Ministério do Turismo registra entrega de 443 obras no primeiro semestre

Intervenções em todo o país contaram com repasses de mais de R$ 200 milhões do órgão

  • Publicado: Sexta, 10 de Julho de 2020, 10h35
  • Última atualização em Sexta, 10 de Julho de 2020, 10h36

Por André Martins

06_07_20_gramado_rs_credito_divulgacao_prefeitura_municipal.jpg

Uma das principais avenidas de Gramado (RS) foi revitalizada com aporte do MTur. Crédito: Prefeitura de Gramado

Um balanço do Ministério do Turismo revela que, durante o primeiro semestre de 2020, 443 obras apoiadas financeiramente pelo órgão, em todas as regiões do país, tiveram trabalhos concluídos. Os projetos, que receberam R$ 201,9 milhões do MTur, incluem serviços como pavimentação asfáltica, revitalização de orlas, a construção e a reforma de praças, entre outros.

O Nordeste lidera o ranking de ações finalizadas (155), seguido do Sul (133), do Sudeste (84), do Centro-Oeste (44) e do Norte (27). Já os 10 estados que mais tiveram obras encerradas foram Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Maranhão, Goiás, Bahia, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Sergipe. Em Gramado (RS), por exemplo, foi concluída a quinta etapa da revitalização da Avenida Borges de Medeiros, um dos principais pontos turísticos da cidade, que contou com R$ 3,5 milhões do MTur.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destaca o empenho do órgão para, em meio à pandemia de Covid-19, garantir a conclusão de trabalhos. Ele ressalta que as obras ajudam a preparar destinos para a retomada do mercado de viagens.

“Mesmo com a pandemia, e todas as dificuldades que acompanham esta situação, é importante dizer que o trabalho não parou no Ministério do Turismo. Mais de R$ 200 milhões foram investidos nestas obras em todo o país”, disse. “São ações importantes para fortalecer o Turismo ainda mais, porque nossa missão é deixar o setor pronto para a retomada. Especialmente porque, após a pandemia, as viagens domésticas devem ganhar um forte impulso, contribuindo para o desenvolvimento do setor e a consequente geração de emprego e renda”, observa.

Os maiores aportes do MTur no período ocorreram nas regiões Nordeste (R$ 63,3 milhões), Sudeste (R$ 62,4 milhões), Sul (R$ 43,1 milhões), Centro-Oeste (R$ 18,2 milhões) e Norte (R$ 14,7 milhões). Por outro lado, os 10 estados que mais receberam recursos foram São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Maranhão, Bahia, Ceará, Paraná, Alagoas e Rio Grande do Norte.

Os empreendimentos são realizados, preferencialmente, nos municípios que constam do Mapa do Turismo do Brasil, ferramenta do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) que orienta a aplicação de recursos públicos em destinos que adotam o turismo como estratégia de investimento e alternativa de retorno econômico. As verbas são provenientes do orçamento do MTur e de emendas parlamentares apresentadas ao órgão.

RETOMADA - A fim de proporcionar o gradual retorno de atividades no país em meio à pandemia, o MTur disponibiliza gratuitamente o selo Turismo Responsável - Limpo e Seguro a empreendimentos de 15 ramos turísticos. Em pouco mais de um mês, o selo, que indica a adoção de protocolos sanitários pelos interessados, já foi requerido por mais de 8 mil prestadores de serviços da área de todo o país. Clique aqui para mais informações.

Edição: Rafael Brais

registrado em:
Assunto(s): Obras , Turismo
Fim do conteúdo da página