Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Governo Federal autoriza reabertura gradual de parques nacionais para visitantes
Início do conteúdo da página
RETOMADA

Governo Federal autoriza reabertura gradual de parques nacionais para visitantes

Retomada das atividades deverão observar medidas de proteção, como uso de máscara facial e álcool em gel 70%

  • Publicado: Segunda, 15 de Junho de 2020, 15h45
  • Última atualização em Terça, 16 de Junho de 2020, 09h47

Por Victor Maciel

15.06.2020_Parques_Reabertura_2.jpg

Parque Nacional do Iguaçu (PR) está aberto desde a última semana. Crédito: Zig Koch/MTur

Observando todas as medidas de prevenção contra a Covid-19, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) autorizou na última semana a reabertura para visitação de quatro parques nacionais: Aparados da Serra e Serra Geral, no Rio Grande do Sul, o de Brasília e o de Foz do Iguaçu (PR). A retomada das atividades nestes locais deverá respeitar as determinações legais estabelecidas pelos governos estaduais e/ou municipais. Entre as medidas essenciais para a reabertura estão o uso de máscara e a disponibilização de álcool 70%.

Em Brasília, o Parque Nacional foi reaberto nesta segunda-feira (15.06) com algumas restrições. Dentre elas, a redução no número de visitantes, limitado a 300 pessoas por dia, respeitando o espaçamento mínimo de dois metros entre elas. Além disso, o local não cobrará ingressos pelos próximos 30 dias e não permitirá o uso das piscinas, assim como a visitação da Trilha Capivara. A expectativa é de que a partir do 31º dia até o 60º dia de abertura, o número de visitantes passe para 400 pessoas, e do 61º dia em diante, a visitação volte ao limite regular.

No Rio Grande do Sul e no Paraná, as unidades de conservação estão abertas desde a semana passada. O número de visitantes destes parques deverá ser reduzido até o limite de 40% de sua capacidade de público, também observando o distanciamento entre as pessoas. A venda de ingressos deverá ser realizada online, além de serviços e agendamentos. As medidas também devem ser realizadas pelos prestadores de serviços, agências e operadores de turismo que atuem nestes parques.

Desde o mês de março, as atividades de visitação nos parques nacionais e demais unidades de conservação foram suspensas, devido à pandemia do novo coronavírus.

MOVIMENTO – Por falar em retomada, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal e as entidades do setor no DF se uniram para promover a campanha #juntosporbrasilia #juntospeloturismo. O objetivo da ação para garantir uma retomada rápida e robusta do Turismo na capital federal. Além de um vídeo, já veiculado pelas redes sociais, o movimento se reunirá em cinco grupos temáticos de trabalho para buscar soluções de curto, médio e longo prazos para a retomada econômica dos segmentos que formam o setor do Turismo.

Edição: Rafael Brais

registrado em:
Fim do conteúdo da página