Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Feiras e eventos terão papel de destaque na retomada, diz ministro
Início do conteúdo da página
CORONAVÍRUS

Feiras e eventos terão papel de destaque na retomada, diz ministro

Em live com a Festuris Gramado, Marcelo Álvaro Antônio reforçou as medidas adotadas pela Pasta 

  • Publicado: Terça, 19 de Maio de 2020, 18h04
  • Última atualização em Sexta, 22 de Maio de 2020, 14h26

Por Vanessa Castro

Live-FESTURIS.jpeg

Ministro Marcelo Álvaro Antônio também destacou a importância do fortalecimento do turismo doméstico pós-pandemia. Crédito: Roberto Castro/MTur

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, participou nesta terça-feira (19) de videoconferência com os presidentes da Feira Internacional de Turismo de Gramado (Festuris), Marta Rossi e Eduardo Zorzanello. No encontro, o ministro reforçou as medidas adotadas pelo MTur desde o início da pandemia para ajudar o setor e reforçou a importância dos turismos de negócio e de eventos para a retomada da economia.

“Os turismos de negócio e de evento são atração de investimento e atração de investimento tem um papel de destaque na retomada do turismo. Para isso, precisamos de um planejamento bem elaborado, com um selo de segurança para trazer de volta a confiança dos frequentadores e, no campo promocional, a transformação da Embratur em agência deu mais força para atrair grandes eventos internacionais ao Brasil”, comentou o ministro.

Sobre a liberação do crédito de R$5 bilhões para micro, pequenos e médios empreendedores do turismo, o ministro explicou que a fase de alinhamento com os bancos parceiros está quase concluída. “Estamos prestes a conseguir a modelagem do crédito e o dinheiro deve ser liberado nos próximos dias”, disse.

Em sua fala, o ministro reforçou a necessidade de fortalecer o turismo doméstico através da promoção dos destinos e do desenvolvimento do turismo rodoviário dentro das 30 rotas do Programa Investe Turismo. “Estamos trabalhando para criar um projeto de conectividade dos modais de transporte para ampliar a oferta turística. Isso vai fazer com que o número de turistas nacionais e internacionais cresça. Assim poderemos equilibrar a balança comercial do turismo que hoje está deficitária”, concluiu o ministro.

Edição: Lucas Nicolau

registrado em:
Fim do conteúdo da página