Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Turismo e Economia se reúnem para tratar ações que minimizem impactos econômicos do coronavírus
Início do conteúdo da página
CORONAVÍRUS

Turismo e Economia se reúnem para tratar ações que minimizem impactos econômicos do coronavírus

Entre os temas tratados estavam a suspensão de contratos de trabalho e crédito para empreendedores

  • Publicado: Quarta, 18 de Março de 2020, 17h20
  • Última atualização em Quarta, 18 de Março de 2020, 17h23

Por Victor Alves 

ministro - economia.jpg

Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, e secretário da Economia, Carlos Costa, tratam de ações para auxiliar segmentos turísticos diante dos impactos do coronavírus. Crédito: Denio Simões/MTur

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se reuniu na manhã desta quarta-feira (18) com dois secretários especiais do Ministério da Economia para buscar medidas que reduzam os impactos econômicos da pandemia de coronavírus nas empresas turísticas. As discussões vêm ao encontro ao anunciado nesta tarde (18) pelo governo federal: uma série de medidas que apoiam, principalmente, os micro e pequenos empresários do país.

Entre os assuntos tratados pelo ministro estavam a obtenção de recursos para fluxo de caixa para as empresas do trade, suspensão de contratos trabalhistas, crédito para empreendedores e questões tributárias. Pela manhã, Álvaro Antônio entregou ao secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Costa, um pleito do setor que impacta diretamente na facilitação do acesso de empresários à crédito de bancos. Além disso, foi discutida a importância de programas do Governo Federal, como o Simples Nacional e o próprio Fundo Geral de Turismo (Fungetur) no auxílio ao trade.

Logo após, o ministro do Turismo encontrou o secretário Especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal, e discutiu, entre outros assuntos, medidas direcionadas para os empreendimentos turísticos que ajudem a manutenção de empregos no setor. Um dos principais pontos está a suspensão do contrato de trabalho com pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ou do seguro-desemprego. Segundo o Ministério da Economia, a ideia já está sendo discutida no governo.

Segundo Álvaro Antônio, a Pasta está empenhada em reduzir os problemas provenientes do coronavírus no setor. “Estamos trabalhando com uma agenda repleta de sugestões econômicas que irão resguardar milhares de empregos e renda de milhares de famílias que têm no turismo o seu ganha pão. É um momento de união, em que todos nós devemos trabalhar muito para solucionar os problemas que poderão surgir”, completou.

MEDIDAS – Na última terça-feira (17), o ministro realizou uma reunião com representantes da hotelaria e de parques temáticos do Brasil, por vídeo conferência, para tratar da pandemia do coronavírus no país. Álvaro Antônio recebeu demandas do setor e reforçou as medidas adotadas pelo MTur e pelo Governo Federal para combater os impactos no setor turístico. “Estamos mobilizados para que os empregos do setor sejam mantidos e para que o Turismo, em breve, possa retomar seu ritmo normal de crescimento”, afirmou Marcelo Álvaro Antônio.

Fim do conteúdo da página