Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ministro trata de impactos do coronavírus com setor de hotelaria e parques temáticos
Início do conteúdo da página
CORONAVÍRUS

Ministro trata de impactos do coronavírus com setor de hotelaria e parques temáticos

Por videoconferência, Marcelo Álvaro Antônio recebeu as demandas do setor para traçar estratégias de ação

  • Publicado: Terça, 17 de Março de 2020, 14h09
  • Última atualização em Quarta, 18 de Março de 2020, 10h49

Por Rafael Brais

17_03_reunião.jpg

Ministro do Turismo se reúne, por vídeoconferência, com representantes da hotelaria e de parques temáticos do Brasil. Crédito: Divulgação

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se reuniu, nesta terça-feira (17.03), com representantes da hotelaria e de parques temáticos do Brasil para tratar da pandemia do coronavírus no país. Por videoconferência, em razão de estar cumprindo as orientações do Ministério da Saúde em casos de volta de viagem ao exterior, o ministro recebeu demandas do setor e reforçou as medidas adotadas pelo MTur e pelo Governo Federal para combater os impactos no setor turístico.

Estiveram presentes no encontro a Associação Brasileira de Resorts (ABR); a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH); o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB ); o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat); a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA). Os representantes do setor apresentaram demandas que serão analisadas pelo Ministério do Turismo.

O ministro destacou que desde o primeiro caso confirmado no Brasil, houve convocação de reunião extraordinária do Conselho Nacional de Turismo (CNT) para tratar do tema. “Estamos juntos para traçar ações necessárias para fazer com que o setor, um dos mais importantes da economia brasileira, esteja amparado neste momento”, explicou. “Estamos mobilizados para que os empregos do setor sejam mantidos e para que o Turismo, em breve, possa retomar seu ritmo normal de crescimento”, afirmou.

Edição: Lívia Nascimento

 

registrado em:
Assunto(s): Coronavírus , Turismo
Fim do conteúdo da página