Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo debate Coronavírus
Início do conteúdo da página
CONSELHO NACIONAL DO TURISMO

Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo debate Coronavírus

Encontro reforçou empenho do MTur para informar trade turístico sobre ações adotadas pelo Governo Federal

  • Publicado: Quarta, 04 de Março de 2020, 19h00
  • Última atualização em Quinta, 05 de Março de 2020, 10h54

Por Rafael Brais

04.03.20 - CNT.jpg

Conselho Nacional de Turismo debateu efeitos do Coronavírus no setor. Crédito: Roberto Castro/MTur

O Ministério da Saúde sediou nesta quarta-feira (04.03), a 3ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional do Turismo com o objetivo de discurtir as ações do Governo Federal para enfrentar o Coronavírus no país e ratificar os esforços do MTur para que o impacto no setor turístico seja o menor possível. Durante evento, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, detalhou para o trade turístico e autoridades presentes, as medidas adotadas para informar e orientar a população, e os turistas, sobre a doença.

Participaram da reunião o secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabardo; o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto; o secretário executivo do MTur, Daniel Nepomuceno; e dos secretários nacionais de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William Franca; de Integração Interinstitucional, Bob Santos; e de Estruturação do Turismo substituto, Hercy Filho.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, relembrou em sua fala que desde o primeiro caso suspeito de Coronavírus no Brasil, foi solicitado ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a participação do MTur no Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para o novo Coronavírus (COE-nCoV). O grupo foi criado pelo Governo Federal para deliberar sobre a doença.

Para ele, a reunião com os principais representantes do Turismo é fundamental para orientar o setor. “Importante estarmos neste momento reunidos para ter troca de impressões do impacto do Coronavírus no Turismo”, afirmou. “Por isso, convidamos para tratar disso, entender os acontecimentos e traçar um planejamento para vencer esse momento difícil causado por esse vírus”, completou.

Após abertura do ministro, o secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabardo, apresentou dados atualizados do Coronavírus no Brasil e tranquilizou os membros do Conselho Nacional do Turismo sobre as orientações sobre realização de eventos. “Não recomendamos redução de viagens ou das atividades no comércio. Isso é infrutífero. É preciso adotar as recomendações do Ministério da Saúde e organizar eventos com algumas medidas de segurança e higiene”, disse, citando a importância da orientação sobre prevenção da doença.

Como exemplo, citou o baixo grau de letalidade e de transmissão do Coronavírus em relação a outras doenças. Uma pessoa infectada pelo Coronavírus transmite em média para 2 a 3 pessoas. No caso do Sarampo, um infectado transmite para 16 pessoas. “Não é a primeira vez que enfrentamos isso. Tivemos outras experiências, com o Zika vírus. Como diz o ministro Mandetta, é vida que segue”, afirmou.

O deputado federal Newton Cardoso Jr., presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, elogiou a reunião com o trade turístico. Para ele, a união entre os atores do setor é essencial para superarmos o Coronavírus no país. “Essa preocupação unificada é um grande passo para vencemos esse vírus”, declarou.

WTM LATIN AMERICA CONFIRMADA - A diretora World Travel Market América Latina, Luciana Leite, confirmou a realização de um dos maiores eventos turísticos setor. A WTM Latin America será realizada em São Paulo de 31.03 a 02.04. “Está confirmadíssima. Inclusive, tivemos um aumento de 17% no número de inscritos em relação ao ano passado”, afirmou. O evento atrai anualmente um público mundial para se reunir e debater o rumo do setor de viagens e turismo.

SENACON - Juliana Domingues, diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ressaltou a proximidade da instituição com os Procons do Brasil para alinhar procedimentos. O objetivo é acalmar o consumidor, orientar sobre os seus direitos e sensibilizar o cidadão para utilizar a plataforma Gov.br, canal digital que reúne os programas e ações do Governo Federal.

Edição: Lívia Nascimento

Fim do conteúdo da página