Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Procura de brasileiros por destinos nacionais cresce até 133%
Início do conteúdo da página
TURISMO DOMÉSTICO

Procura de brasileiros por destinos nacionais cresce até 133%

Pesquisa do site KAYAK indica Fortaleza, Cabo Frio e Brasília como as cidades que mais despertaram o interesse de turistas

  • Publicado: Quarta, 04 de Março de 2020, 17h06
  • Última atualização em Quarta, 04 de Março de 2020, 17h54

Por Victor Maciel, com informações do Kayak

04.03.2020_FORTALEZA_LEVANTAMENTO KAYAK.jpg

Praia do Futuro, em Fortaleza (CE). Capital foi a que apresentou maior crescimento nas buscas. Crédito: Jade Queiroz/MTur

Turistas brasileiros estão procurando mais os destinos nacionais. É o que aponta um levantamento realizado pelo KAYAK, um dos maiores sites de planejamento de viagens do mundo. Fortaleza (CE), Cabo Frio (RJ) e Brasília (DF) foram os lugares que mais se beneficiaram deste movimento. As buscas para estas cidades cresceram 133%, 125% e 120%, respectivamente, entre janeiro de 2019 e o mesmo mês de 2020.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, avalia que os números reforçam o acerto do trabalho para o desenvolvimento do setor. “Nós temos observado um interesse maior pelo turismo doméstico, o que pode ser explicado por diversas variáveis. Estamos trabalhando a estruturação dos destinos, divulgação, incentivos, entre outras medidas, para que possamos tornar o nosso país um grande atrativo para os próprios brasileiros”, comenta.

Segundo o estudo, assim como em 2019, São Paulo e Rio de Janeiro continuam no topo da lista dos locais mais buscados pelos internautas brasileiros. A novidade é Recife (PE), que subiu uma posição e agora ocupa o terceiro lugar. Já Brasília (DF) saiu da 14ª colocação para a 8ª. Dos destinos internacionais, Nova York, que integrava o ranking no ano passado, não aparece entre os 15 principais deste ano, e Lisboa (Portugal) surge em melhor posição (8ª).

Para o líder de Operações do KAYAK no Brasil, Eduardo Fleury, o fator custo pesou no resultado. “Nova York foi substituída por Santiago (Chile), uma cidade com preços muito mais acessíveis para os brasileiros. No mais, é importante lembrar que em 2020 teremos muitos feriados prolongados e os viajantes podem estar buscando viagens mais próximas e curtas, em vez de guardar o orçamento para uma viagem internacional”, analisa.

De acordo com o site, a pesquisa foi feita no dia 18/02/2020 e se baseou na procura por voos de ida e volta na classe econômica saindo de todos os aeroportos do Brasil rumo a terminais do mundo inteiro. O levantamento comparou passagens buscadas em janeiro de 2020 e janeiro de 2019, para viagens em março e abril de cada ano. ​

Edição: André Martins

Fim do conteúdo da página