Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Com 2019 positivo, turismo no Rio Grande do Norte segue otimista
Início do conteúdo da página
ALTA TEMPORADA

Com 2019 positivo, turismo no Rio Grande do Norte segue otimista

Ações como a diminuição do preço do querosene de aviação devem levar mais visitantes ao estado

  • Publicado: Sexta, 17 de Janeiro de 2020, 10h39
  • Última atualização em Sexta, 17 de Janeiro de 2020, 18h04

Por Rafael Brais, com informações da Setur-RN e da Emprotur

Vlademir AlexandreMTur.jpg

Praia de Ponta Negra é uma das atrações de Natal (RN). Crédito: Vlademir Alexandre/MTur

Otimista com o crescimento turístico em 2019, o Rio Grande do Norte se prepara para a alta temporada com mais de 680 novos voos previstos. De acordo com a Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), em consequência do novo regime especial de QAV (querosene de aviação), é esperado um aumento de 22,3% no número de assentos entre novembro de 2019 e abril de 2020. Para dezembro de 2019 e janeiro deste ano, a Inframerica, concessionária do Aeroporto de Natal, prevê um fluxo de quase 600 mil passageiros e cerca de 3.700 pousos e decolagens.

Outro fator importante para o aumento, segundo a Emprotur, é a segmentação do turismo local. Além de “sol e mar”, o potencial potiguar inclui atrativos histórico-culturais, de aventura, religiosos e de eventos. Sendo assim, criou-se o produto “Caçadores de Pôr-do-sol”, que promoveu em novembro um famtour no litoral Norte envolvendo alguns dos principais operadores de turismo internacional no Brasil. O trabalho terminou com uma rodada de negócios entre os operadores e diversas empresas de turismo do estado.

A chegada de visitantes também ganhou impulso com a rota operada pela Latam entre Buenos Aires, na Argentina, e Natal, via Guarulhos (SP), que transportou quase 90 mil passageiros de setembro de 2018 a setembro de 2019. “O ano (2019) foi extremamente produtivo e com grandes esforços para conseguirmos destravar situações e rever a maré baixa que estávamos vivendo. O reflexo positivo será percebido na temporada 2019/2020”, avalia a secretária estadual de Turismo, Ana Maria da Costa.

O governo potiguar realizou, ainda, uma campanha digital inédita de promoção junto a agências de viagens e portais de divulgação, além de ter criado um roteiro exclusivo para publicação em revistas de grande circulação e sites especializados. “Desenhamos a promoção do destino para atender às demandas de forma segmentada e, assim, trazer ainda mais turistas. A tendência é o foco em engajamento digital”, explica o presidente da Emprotur, Bruno Reis.

Conforme o novo Mapa do Turismo Brasileiro, instituído em 2019 pelo Ministério do Turismo, o Rio Grande do Norte passou a reunir 79 municípios turísticos, o equivalente a 48% das cidades do estado. Já o Cadastur, o cadastro nacional de empresas do setor, registrou 1.070 negócios locais no ano passado, contra os 608 verificados em 2018.

EVENTOS - Ao longo de 2019, o Rio Grande do Norte sediou 23 eventos municipais, sendo alguns de repercussão nacional, que geraram fluxo turístico e reforçaram o potencial de atração de viajantes. Além disso, a obra de ampliação do novo espaço do Centro de Convenções de Natal foi concluída, o que permitiu a realização de 56 eventos no ano passado, com uma renda de mais de R$ 3 milhões aos cofres públicos.​

Edição: André Martins

registrado em:
Assunto(s): turismo , alta temporada
Fim do conteúdo da página