Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Ministério do Turismo inclui Barco-Hotéis no Cadastur
Início do conteúdo da página
NOVA HOSPEDAGEM

Ministério do Turismo inclui Barco-Hotéis no Cadastur

Inclusão no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos irá fortalecer o turismo fluvial nas regiões Norte e Centro-Oeste

  • Publicado: Terça, 12 de Novembro de 2019, 15h26
  • Última atualização em Quarta, 13 de Novembro de 2019, 13h46

Por Ivana Sant'Anna

12.11.2019_Barco_Hotel.jpg

Secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Aluizer Malab, acompanhado do governador do Amazonas, Wilson Lima, e da diretora-presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros. Crédito: Janailton Falcão

Os barco-hotéis agora têm novo espaço dentro do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). Na última segunda-feira (11), o secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo do Ministério do Turismo, Aluizer Malab, acompanhado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima e pelo presidente da Associação dos Operadores de Barcos de Turismo, Leonardo Leão, lançou a nova tipologia, em Manaus (AM).

De acordo com Malab, a inclusão dos barco-hotéis no sistema do MTur irá impulsionar o turismo fluvial no Amazonas. "Acabamos de lançar essa modalidade de barco-hotel que é tão forte aqui no Amazonas. Seguramente essa medida vai alavancar a ocupação turística, pois trará mais investimentos para a região. Vale muito a pena conhecer o estado pelas linhas fluviais, ainda mais através desta modalidade extremamente 'premium' de turismo, com pesca, contemplação e ecoturismo. O Amazonas possui riquezas culturais e naturais incomparáveis e hoje dá mais um passo adiante promovendo esse produto turístico”, comentou.

Para o governador do Amazonas, Wilson Lima, a inclusão dos barco-hotéis no sistema é uma necessidade do estado, uma vez que isso já acontece naturalmente. Além disso, Lima destacou a relevância da novidade para o turismo local. “Hoje nós estamos recebendo aqui o representante do Ministério do Turismo, dando essa tipologia, e isso vai ser muito importante para quem trabalha nessa atividade, para o operador de turismo, para alguns destinos em que isso já acontece efetivamente, como é o caso, por exemplo, de Parintins, onde nós temos a maior quantidade de visitantes hospedados em embarcações”, finalizou.

O presidente do Amazonas Cluster, Ricardo Pedroso, comemorou a entrada da tipificação no Cadastur. “Isso para nós é uma vantagem muito grande, o Amazonas vive do turismo fluvial e vamos ser valorizados com essa iniciativa”, finalizou.

A bordo do navio Rio Negro Queen, Malab também entregou certificados a outras quatro operadoras do trade que atuam com barco-hotéis no turismo amazonense. São elas: Amazônia Expeditions, Amazon Cliper Cruiser, Queen Amazônia e Juliana TUR Ltda.

Os barco-hotéis são popularmente conhecidos no Norte e Centro-Oeste do país. O passeio é procurado por amantes da pesca esportiva, do ecoturismo ou também por visitantes que buscam paz em meio à natureza. O estado do Amazonas (AM), por exemplo, recebe cerca de 30 mil turistas por temporada de pesca, o que gera uma movimentação financeira estimada em mais de R$ 100 milhões.

CADASTUR - A participação no Cadastur é obrigatória para agências de turismo, meios de hospedagem, organizadoras de eventos, parques temáticos, transportadoras turísticas e também para os guias de turismo. Além disso, a iniciativa promove o ordenamento, a formalização e a legalização destes prestadores.

A maioria dos programas e ações do Ministério do Turismo voltados para os municípios e empreendedores, como o financiamento de projetos, exige o número do Cadastur. Além de garantir diversas vantagens e oportunidade de negócios, o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos também é uma importante fonte de consulta para o turista, com mais de 90 mil prestadores de serviços.

Edição: Victor Maciel

 

Fim do conteúdo da página