Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Brasil, Peru, Argentina e Chile elaboram protocolo de cooperação de turismo
Início do conteúdo da página
COOPERAÇÃO

Brasil, Peru, Argentina e Chile elaboram protocolo de cooperação de turismo

Os líderes dos quatro países se comprometeram a criar ações integradas para o desenvolvimento do setor

  • Publicado: Terça, 29 de Outubro de 2019, 20h09
  • Última atualização em Quarta, 30 de Outubro de 2019, 16h21

Por Vanessa Castro

29_10_19_ALTA.jpeg

Líderes do Turismo se reúnem, em Brasília, para elaborar acordo de cooperação. Créditos: Roberto Castro/Mtur.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, participou, nesta terça-feira (29), da 16ª edição do Fórum de Líderes da Aviação, em Brasília. O evento, organizado pela Associação de Transporte Aéreo da América Latina e Caribe (ALTA), reuniu ministros do turismo do Brasil, Peru, Chile e Argentina para compartilhar as ações realizadas por cada país e debater como o turismo pode impulsionar o desenvolvimento econômico e social.

O ministro Marcelo Álvaro abriu o painel comemorando os números positivos que o Brasil alcançou no turismo, como o aumento de turistas canadenses, americanos e australianos após a isenção do visto e o aumento dos gastos dos turistas no país. 

Durante o debate, as autoridades assumiram a tarefa de elaborar um protocolo de intenção para fortalecer as relações entre os países. Mais tarde, em reunião na sede do Ministério do Turismo, em Brasília, os ministros deram continuidade as tratativas do texto de cooperação.

Andrea Wolleter, diretora do Serviço Nacional de Turismo do Chile, participou do encontro e comemorou a prontidão do ministro em criar uma ação concreta de cooperação. “Esse encontro não poderia acabar apenas em promessas. O interesse do anfitrião Marcelo Álvaro mostra o quão empenhado o Brasil está para criar uma parceria sólida entre os países vizinhos. É um importante passo para desenvolvermos o turismo de forma integrada”, destacou.

Álvaro Antônio, destacou a importância de se trabalhar em parceria com outros países. Ele lembrou que a Rota das Missões, que integra Brasil, Argentina e Paraguai é um importante destino turístico que atrai milhares de turistas nacionais e internacionais. “Precisamos pensar na América Latina como um produto único. Cada um fazendo o seu trabalho, em prol de um objetivo em comum. O turismo é uma indústria transversal. Ela rompe fronteiras, se conecta com outros setores e outros países. Essa aproximação com nossos vizinhos fortalecerá a conectividade, romperá barreiras e desenvolverá o turismo de toda a região”, complementou o ministro.

As autoridades se comprometeram a formatar um documento com desafios de cada país a serem discutidos em um próximo encontro. O ministro do Turismo do Peru, Edgar Vásquez, adiantou que um ponto que merece destaque é a atração dos próprios turistas latino-americanos. “É importante atrair visitantes asiáticos e europeus, mas também precisamos ser referência de turismo para o nosso próprio povo.  Os países sul-americanos são ricos em belezas naturais, culturais e gastronomia que devem ser apreciadas principalmente pelos turistas locais”, ressaltou Vásquez.

Para o ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, o governo e a indústria de transporte aéreo devem trabalhar em parceria. “Governo e indústria devem se relacionar como sócios. O objetivo é criar pontes e facilitar a conectividade. Temos que pensar no turismo como um ecossistema. Temos que trabalhar juntos na promoção dos nossos destinos e criar ações em conjunto para desenvolver a conectividade”, concluiu.

Edição: Cecília Melo

Fim do conteúdo da página