Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Turismo Étnico é tema de debates em Quissamã (RJ)
Início do conteúdo da página

Turismo Étnico é tema de debates em Quissamã (RJ)

Mais de 120 pessoas participaram do I Encontro de Turismo Étnico
  • Publicado: Quinta, 19 de Novembro de 2009, 16h13
  • Última atualização em Quinta, 19 de Novembro de 2009, 16h23

Na semana do Dia da Consciência Negra, o Turismo Étnico foi tema de debates em Quissamã (RJ), região quilombola. Cerca de 120 representantes de entidades governamentais, sociais, do terceiro setor e da iniciativa privada participaram do I Encontro de Turismo Étnico, que aconteceu na última quarta-feira (18). O objetivo foi reunir comunidades das diversas etnias brasileiras e incentivar a formação de grupos de atuação para o desenvolvimento do segmento. Durante o evento, foram realizados painéis de debates e visitas técnicas.

Na oportunidade, os participantes conheceram o Complexo Cultural Histórico Fazenda Machadinha, comunidade quilombola certificada pelo Ministério da Cultura. A fazenda, construída em 1867, foi morada do Visconde de Ururai, genro do Duque de Caxias. No local, o grupo assistiu a apresentações de Jongo e Fado, danças típicas dos escravos, além de degustar pratos da culinária regional, que resgatam receitas das senzalas no século XIX. O encontro foi promovido pela Associação Brasileira de Turismo Étnico (ABTE) e pela prefeitura de Quissamã.

De acordo com Sáskia Lima, coordenadora de Segmentação do Ministério do Turismo (MTur) e palestrante do encontro, o evento representou um “momento rico e histórico para o Turismo Étnico e para a cultura do Brasil”. Em sua apresentação, Lima falou sobre o levantamento que o MTur está fazendo sobre a situação de oito segmentos do turismo no Brasil. Dentre eles, o Turismo Étnico, considerado nicho do Turismo Cultural. Até agora, foram contabilizados 338 municípios de 25 estados com potencial para o segmento Étnico.

Segundo a coordenadora, o mapeamento deverá ser finalizado nos próximos meses e será importante para a elaboração de políticas públicas e estratégias de atuação.

QUISSAMÃ/RJ

Quissamã tem uma história que se mistura com a própria colonização do Brasil. Esta riqueza cultural está presente até hoje no rico patrimônio preservado e na memória da população que tem um grande orgulho do passado de luta e trabalho.

O nome Quissamã foi dado à região durante uma viagem de exploração em 1632. A área pertencia à então Capitania de São Tomé, que compreendia a região entre o Rio de Janeiro e o Espírito Santo. No local, foram encontrados um grupo de índios e entre eles um negro.

TURISMO ÉTNICO

Para o Ministério do Turismo, o Turismo Étnico constitui-se das atividades turísticas decorrentes da vivência de experiências autênticas em contatos diretos com os modos de vida e a identidade de grupos étnicos.

Envolve as comunidades representativas dos processos imigratórios europeus e asiáticos, as comunidades indígenas, as comunidades quilombolas e outros grupos sociais que preservam seus legados étnicos como valores norteadores em seu modo de vida.

registrado em:
Fim do conteúdo da página