Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Investe Turismo é lançado na Bahia
Início do conteúdo da página
INVESTE TURISMO

Investe Turismo é lançado na Bahia

No estado, duas rotas contemplam destinos como Salvador, Morro de São Paulo, Porto Seguro, Mata de São João e Santa Cruz de Cabrália

  • Publicado: Quinta, 11 de Julho de 2019, 14h00
  • Última atualização em Sexta, 12 de Julho de 2019, 10h25

 Por Geraldo Gurgel

11 07 2019 investe bahia capa
Em Salvador, o ministro interino Daniel Nepomuceno participou da apresentação do Investe Turismo. Crédito: Roberto Castro/MTur

Com cinco municípios contemplados pelas rotas estratégicas “Salvador e Morro de São Paulo” e “Costa do Descobrimento”, o programa Investe Turismo foi lançado nesta quinta-feira (11), em Salvador, pelo ministro interino do Turismo, Daniel Nepomuceno. O programa é realizado em parceria com a Embratur, o Sebrae e secretarias estaduais de turismo. A estrutura das ações gira em torno de rotas que vão trabalhar o desenvolvimento do turismo de forma regional e integrada, tanto com os parceiros públicos quanto com privados. Em todo o Brasil são 30 rotas turísticas, pelo menos uma por estado. O programa priorizou, inicialmente, 158 municípios estratégicos para o turismo.

“Esse programa vai colocar a indústria do turismo na rota do desenvolvimento e diminuir a distância entre o nosso potencial e a realidade do turismo na Bahia e no Brasil”, afirmou o ministro interino, destacando que as rotam reúnem qualidades para transformar as cidades em grandes destinos, além de proporcionar experiências memoráveis aos viajantes. “O trabalho em conjunto tem potencial para se transformar em parcerias e gerar resultados práticos na economia dos destinos.”

Daniel Nepomuceno também ressaltou que o novo cenário vai contribuir de forma decisiva para criar um posicionamento estratégico dos destinos no mercado doméstico de viagens e do Brasil no exterior. “O turismo é prioridade na agenda do governo e contamos com essa parceria para crescer e consolidar a atividade como vetor de importância expressiva da nossa economia.”

As primeiras rotas vão liderar um trabalho contínuo ao longo da atual gestão do MTur. O investimento inicial é de R$ 200 milhões. A parceria é primordial para o desenvolvimento do turismo baiano, mesmo onde a atividade já está consolidada, como na Rota Salvador e Morro de São Paulo, onde estão localizadas a capital baiana; Mata de São João, com destaque para a praia do Forte e Costa do Sauipe; e Cairu, onde ficam as ilhas de Morro de São Paulo e Boipeba. Já na Costa do Descobrimento, a rota estratégica contempla Santa Cruz de Cabrália e Porto Seguro, incluindo destinos com Trancoso, Arraial d`Ajuda e Caraíva.

“O objetivo do Investe Turismo é acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade dos produtos e serviços turísticos, incentivar a competitividade e gerar empregos”, destacou Aluizer Malab, secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, ressaltando a importância de envolver “quem faz o turismo, atua na ponta e conhece bem a realidade do local.” Já o superintendente do Sebrae-BA, Jorge Khoury, disse que a regionalização e parcerias vão nortear as ações definidas para cada rota prioritária. “É o início de um grande projeto numa área muito importante para a economia da Bahia”, afirmou.

O secretário de turismo da Bahia, Fausto Franco, também defendeu a integração entre os destinos estratégicos incluídos nas rotas da Bahia. “Estamos apostando nessa parceria com o Ministério do Turismo, conectando destinos com produtos turísticos diferenciados e tecnologia para que o turismo dê a sua contribuição, ainda maior, na geração de emprego e renda para o estado”, disse o secretário ao destacar que a Bahia foi contemplada com alguns dos destinos mais visitados ao sul e norte de Salvador e com grande demanda de serviços, capacitação e governança.

Além de apresentar o Investe Turismo, o evento também serviu para divulgar as oportunidades de crédito e financiamento para o turismo como projetos públicos estruturantes e de empreendimentos privados do setor através do Prodetur + Turismo e do Fungetor. As linhas de crédito são executadas em parceria com o BNDES e outras instituições de desenvolvimento, como Banco do Nordeste, Caixa Econômica, Banco do Brasil e a Agência de Fomento do Estado da Bahia. Ao longo do dia foram feitos mais de 80 atendimentos.

Agenda

Ainda em Salvador, o ministro do Turismo interino, Daniel Nepomuceno, visitou o Solar do Unhão, um dos principais equipamentos turísticos da capital baiana. O complexo cultural do século VXI é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e abriga o Museu de Arte Moderna da Bahia. Nepomuceno estava acompanhado dos secretários de Turismo e de Cultura da Bahia, Fausto Franco e Arani Santana, respectivamente.

O local onde funcionou um engenho com casa grande, capela e senzala nas margens da Baía de Todos os Santos passou por uma requalificação. Entre outros projetos futuros previstos, está uma base náutica no valor de R$ 3,5 milhões, que será construída com recursos do Prodetur, do MTur, e vai permitir o acesso ao local também pelo mar.

Edição: Vagner Vargas

registrado em:
Assunto(s): Investe Turismo , turismo , Bahia
Fim do conteúdo da página