Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Dia das Mães é celebrado pelo MTur
Início do conteúdo da página
DATA COMEMORATIVA

Dia das Mães é celebrado pelo MTur

Data traz histórias de viajantes que descobrem novos destinos na companhia dos filhos

  • Publicado: Sexta, 10 de Maio de 2019, 15h10
  • Última atualização em Sexta, 10 de Maio de 2019, 16h21

 

Por Cecília Melo

10 05 19 amandaehenrifagundes
Amanda em uma das viagens com o filho Henri Fagundes. Crédito: Arquivo pessoal

Todos os estados brasileiros além de 33 países. Essa é a conta de viagens ostentada pela servidora pública Amanda Novaes Fagundes, quase sempre acompanhada do filho Henri Fagundes. Hoje com 13 anos, Henri tem uma bagagem cultural e turística de dar inveja em qualquer um já que desde o primeiro ano de vida é companhia constante da mãe.

O segredo, segundo a mamãe, é planejamento. “Planejar uma viagem com uma criança envolve pensar em todos os detalhes de estrutura e perfil dos destinos para cada idade e necessidades das fases de desenvolvimento. Isso evita muito perrengue e imprevistos. Mas o mais importante é fazer o filho estar inserido na viagem desde o início. É criar um vínculo. O passeio tem que ser bom para ambos os lados”, confessa Amanda.

E Henri participa, desde muito pequeno, de todo o planejamento das viagens, da escolha dos roteiros até a ajuda em economizar o orçamento da mãe. Amanda conta que ele já tem seu destino preferido no Brasil: São Paulo. “Ele ama museus e gastronomia e se encantou com a diversidade da capital paulista. Ele já pensa em tudo que vai poder experimentar na culinária local e quais os museus que irá conhecer em todos os lugares que visitamos”, conta.

Natural do interior da Bahia, de Serra Dourada, Amanda lembra que a primeira viagem foi para o seu estado natal, na cidade de Arraial d’Ajuda. O filho tinha 1 ano e 7 meses. Para chegar a esse ranking invejável, Amanda afirma que é possível sim adaptar a rotina com viagens frequentes tanto no calendário da mãe quanto no do filho. As férias escolares, por exemplo, é a certeza de que sempre haverá uma viagem mais longa. No entanto, Amanda reforça que os feriados, datas comemorativas e finais de semana são sempre uma boa pedida para conhecer um novo lugar.

“Todas essas experiências trouxeram ao meu filho um novo olhar sobre o mundo. Ele se sente mais confiante, aceita e entende há muito tempo as diferenças de um mundo tão plural. A bagagem que ele carrega, não é só cultural, gastronômica ou turística, é de vida. E poder estar perto de todas essas conquistas enquanto mãe é algo insubstituível”, comemora a advogada. Desde 2014, Amanda possui uma conta no Instagram para compartilhar as histórias de todas as viagens que já fez na vida.

A cultura de viajar com os filhos desde pequenos também é marca registrada de Vera Lúcia Lacerda, 53 anos. Com uma filha de 26 anos e um filho, de 33, ela conta que não abre mão de viajar com os dois. “Em todas as viagens, eu planejo a presença deles. Desde pequeninos até ficarem ‘grandinhos’ temos essa cultura. Viajar é conhecer e se envolver com culturas diferenciadas, aprender e adquirir conhecimentos. É curtir e unir ainda mais os laços de amizade e familiares”, afirma.

10 05 19 veraluciaeosfilhos
Vera Lúcia com os companheiros constantes de viagem. Crédito: Arquivo Pessoal

Formada em Economia e Jornalismo, segunda graduação iniciada com 49 anos, Vera, que trabalha com Cerimonial de Eventos como servidora pública, há mais de 30 anos, diz que já perdeu as contas de quantas viagens fez com os filhos e afirma que o Rio de Janeiro foi o lugar mais visitado por eles juntos. “Acho que foram mais de 70 viagens com eles. No Brasil, o destino mais incrível foi no Rio, cidade que reúne grande beleza de praia, cultura (teatro, cinema), paisagem, culinária, gente bonita e alegre”. No entanto, ela gosta também de voltar às suas raízes e visitar a cidade onde nasceu: Carolina, no Maranhão. E os filhos já a acompanharam em várias idades, de pequeno a adultos, reunindo a família inteira.

Chamada de Paraíso das Águas por conta de suas cachoeiras que estão entre as mais belas do Brasil, Carolina, que fica a 800 quilômetros de São Luís, no sul do Maranhão, é o principal e mais próximo ponto de apoio da região turística estadual classificada como Polo das Águas e o Parque Nacional da Chapada das Mesas, considerado um dos maiores polos de ecoturismo do país.

PARA TODOS OS GOSTOS – De aventureira a cultural, o Brasil comporta uma infinidade de destinos e opções para qualquer estilo e idade das mamães. Campos do Jordão (SP), Bonito (MS), Belém (PA), a orla marítima vasta do Nordeste, parques nacionais de cachoeiras, cidades históricas em Minas Gerais e a Serra Gaúcha são alguns dos exemplos de passeios que podem ser feitos neste ou em qualquer Dia das Mães. Segundo um levantamento feito pela CVC Viagens, Maceió (AL), Porto Seguro (BA), Gramado (RS), Fortaleza (CE), Caldas Novas (GO) e Rio de Janeiro (RJ) são alguns dos destinos mais desejados pelas mães no Brasil.

registrado em: 

 

registrado em:
Assunto(s): mães , viagem , viajantes
Fim do conteúdo da página