Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Delegação chinesa visita Ministério do Turismo
Início do conteúdo da página
AGENDA DO DIA

Delegação chinesa visita Ministério do Turismo

Representantes do Fórum Global de Economia do Turismo oficializaram convite ao Brasil, um dos países homenageados da edição de 2019

  • Publicado: Quarta, 10 de Abril de 2019, 18h00
  • Última atualização em Quinta, 11 de Abril de 2019, 18h42

Por Lívia Nascimento

10.04.2019 comitiva macau gtef
Comitiva de Macau foi recebida pelo ministro do Turismo e secretários nacionais. Foto: Roberto Castro/MTur

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, recebeu na tarde desta quarta-feira (10), em Brasília, uma delegação chinesa de representantes do Fórum Global de Economia do Turismo (GTEF), evento anual realizado em Macau, na China. O Brasil, juntamente com a Argentina, foi convidado para dividir o posto de destaque da edição deste ano que acontecerá entre os dias 13 e 15 de outubro.

“Estamos muito animados com esta participação pois trata-se de mais um passo em direção a uma relação cada vez mais próxima com o mercado chinês, principal emissor de turistas do mundo, com cerca de 135 milhões viajantes. Temos trabalhado intensamente para diminuir essa distância física com ações que ampliam nossa conectividade e assim poder receber cada vez mais esses visitantes”, comentou o ministro.

A vice-presidente e Secretária-Geral do GTEF, Pansy Ho, reforçou a importância do encontro para a realização de parceria não apenas na área de turismo, como também na área de ciência e tecnologia, reforçando o caráter de integração do evento. “Aproveitamos a posição estratégica de Macau para promover esse evento. Somos representantes da iniciativa privada e estamos interessados em estabelecer uma parceria de qualidade com o Brasil”, afirmou. Antes de desembarcar no Brasil, a comitiva esteve em Buenos Aires onde se encontrou com o presidente do país, Mauricio Macri.

A presidente da Câmara de Turismo da China, Wang Ping, reforçou a importância da atividade para promoção do desenvolvimento econômico. “O turismo pode diminuir a pobreza, combater desigualdades e gerar emprego. Por isso somos todos embaixadores da paz”, disse.

AÇÕES DO MTUR - A Pasta tem promovido uma série de medidas para facilitar o acesso do turista chinês ao Brasil. Entre elas, estão a ampliação de 3 meses para 5 anos de duração dos vistos de turistas com múltiplas entradas e estada de até 90 dias; a ampliação dos visa centers em funcionamento na China, passando dos atuais 3 para 12; bem como a estruturação de roteiros integrados e customizados em uma parceria inédita firmada entre o governo brasileiro e a China Travel Service, maior operadora de turismo da China. Além disso, a Embratur tem realizado inúmeras ações de promoção no mercado chinês, como a participação do Brasil na ITB China.

Edição: Vanessa Sampaio

registrado em:
Fim do conteúdo da página