Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Hoje é o Dia Mundial do Artesão
Início do conteúdo da página
DATA COMEMORATIVA

Hoje é o Dia Mundial do Artesão

Considerado um importante produto turístico do país, o artesanato gera emprego e renda em todas as regiões do país. Profissão foi regulamentada há três anos

  • Publicado: Terça, 19 de Março de 2019, 14h21
  • Última atualização em Terça, 19 de Março de 2019, 14h21

 

19 03 19 PedroVilela Feira do Largo de Coimbra Ouro Preto MG
Feira do Largo de Coimbra, Ouro Preto. Crédito: Pedro Vilela

O Brasil é considerado o 8º país em recursos culturais em um ranking de 136 países analisados pelo Fórum Econômico Mundial. Não é exagero dizer que a produção artesanal do país, com as marcas da cultura de todas as regiões, contribui decisivamente para este resultado. Por isso, nesta data em que se comemora o Dia Mundial do Artesão, o Ministério do Turismo rende homenagem a esses profissionais das artes e ofícios cujos produtos são verdadeiros atrativos turísticos.

Com o crescimento da economia criativa e a mudança de hábitos do turismo, onde a experiência e a vivência com as comunidades têm cada vez mais adeptos, o artesanato ganha destaque. No Ministério do Turismo, os projetos de produção associada ao turismo têm como foco agregar valor aos destinos por meio da incorporação de novos produtos à oferta turística. 

As ações do MTur são um incentivo para que a produção artesanal seja um fator de atração de visitantes e, com isso, gere emprego e renda para os artesãos. A pedra sabão, o capim dourado, as sementes que se transformam em biojoias, as rendas tecidas no Nordeste, o barro que vira santo e cenas do cotidiano do interior; as flores secas do Cerrado são matérias primas que se transformam em peças que se tornam marca registrada de destinos no Brasil afora.

De acordo com pesquisa do IBGE, o Brasil abriga cerca de 8,5 milhões de brasileiros que se sustentam com o artesanato. Este contingente de pessoas habilidosas, empreendedores que mantêm viva tradições da cultura brasileira movimentam cerca de R$ 50 bilhões por ano.

registrado em:
Fim do conteúdo da página