Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > Programa do MTur investe US$ 84 milhões na Bahia
Início do conteúdo da página
PRODETUR

Programa do MTur investe US$ 84 milhões na Bahia

Projeto financiado pelo Prodetur – através do BID – concentra ações de infraestrutura e qualificação do turismo náutico em Salvador e outros 18 municípios

  • Publicado: Quarta, 20 de Fevereiro de 2019, 14h30
  • Última atualização em Quarta, 20 de Fevereiro de 2019, 15h40

Por Geraldo Gurgel

20.02.2019 fortedesaomarcelo salvador
Forte de São Marcelo e vista da Baía de Todos os Santos. Foto: Márcio Filho/Banco de Imagens MTur Destinos

Uma missão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) esteve em Salvador (BA) para acompanhar as ações financiadas pelo Prodetur Nacional, programa do Ministério do Turismo. Os US$ 84 milhões emprestados pelo BID serão aplicados em ações na Baía de Todos-os-Santos, em Salvador, e em outros 18 destinos próximos da capital. O investimento ficará dividido entre obras de infraestrutura e qualificação para o turismo náutico (US$ 63 milhões) e ações de fomento e gestão do turismo (US$ 21 milhões). O trabalho é executado pela Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (Setur).

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destaca a importância da estruturação da Baía de Todos-os-Santos, região com ampla vocação para o turismo náutico. “As obras de infraestrutura como atracadouros, bases náuticas e terminais turísticos são fundamentais para potencializar o aproveitamento dos atrativos da região. Ao impulsionar a geração de empregos e o surgimento de novos serviços turísticos para os visitantes, as obras podem desenhar uma nova economia para a região”, disse.

Os projetos vão impactar uma população estimada em 3,5 milhões de pessoas e despertar uma nova perspectiva de investimentos para a zona turística da Baía de Todos-os-Santos. "Vamos intensificar o diálogo com investidores nacionais e internacionais, a fim de incrementar a captação de novos negócios para essa região ", disse o coordenador do Prodetur na Bahia e diretor de Qualificação e Segmentos Turísticos da Secretaria Estadual de Turismo, Marco Franco.

Entre as 39 ações previstas no projeto aprovado pelo BID no estado, estão 16 intervenções de infraestrutura – como a implantação dos terminais turísticos de Botelho (Ilha de Maré) e de Bom Jesus dos Passos, a requalificação da Marina da Penha e o atracadouro do Solar do Unhão, todos localizados em Salvador; a instalação de uma base náutica em Salinas da Margarida, além de atracadouros em Cachoeira e no distrito de Caboto, em Candeias. Este último servirá de acesso ao Museu do Recôncavo Wanderley Pinho, cuja recuperação e plano de gestão também estão incluídos no cronograma de obras do Prodetur Nacional na Bahia.

HISTÓRIA DO PRODETUR – O Prodetur Nacional teve início em 2008, com US$ 1 bilhão em recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). Os contratos foram assinados por cinco estados (BA, CE, RJ, PE e SE) e três capitais (Salvador, Fortaleza e Manaus). “Além dos financiamentos, apoiamos várias obras e planos de desenvolvimento integrado, de fortalecimento institucional e de avaliação ambiental ao longo desses 10 anos”, explica o coordenador-geral de Planejamento Territorial do Ministério do Turismo, Eduardo Madeira.

O novo Prodetur+Turismo substituiu o Prodetur Nacional, com maior abrangência de projetos elegíveis e contemplando a área privada. Podem acessar recursos do Prodetur+Turismo todos os municípios inseridos no Mapa do Turismo Brasileiro - anteriormente, apenas estados, capitais e cidades com mais de um milhão de habitantes tinham acesso ao programa.

Edição: Vanessa Sampaio

Fim do conteúdo da página