Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas notícias > MTur promove seminário de avaliação do Fungetur
Início do conteúdo da página
CRÉDITO

MTur promove seminário de avaliação do Fungetur

Iniciativa acontece um ano depois da reformulação do programa federal voltado para melhoria de infraestrutura turística

  • Publicado: Quinta, 13 de Dezembro de 2018, 15h00
  • Última atualização em Segunda, 17 de Dezembro de 2018, 13h25

Por Lívia Nascimento

 

13 dezembro 2018 FugeturReuniao Nayara Oliveira
Seminário foi realizado em Brasília nesta quinta-feira (13). Foto: Nayara Oliveira/MTur

O Ministério do Turismo sediou nesta quinta-feira (13) da 1ª Reunião de Avaliação do Fundo Geral de Turismo (Fungetur). Na ocasião, o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, assinou protocolos que autorizam os bancos e agências de fomento, contratados pela Pasta, a executarem o recurso adicional de R$ 243.195.956 autorizado este ano para o Fungetur.

A dotação orçamentária de 2018 é a maior desde a criação deste instrumento de crédito para financiamento do setor de viagens e turismo no Brasil. Os agentes financeiros credenciados para operar as linhas de crédito do Fungetur são: Agência de Fomento do Mato Grosso (Desenvolve MT), Agência de Fomento do Rio Grande do Sul (Badesul), Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Banco do Estado de Sergipe (Banese), Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Caixa Econômica Federal (CEF) e Agência de Desenvolvimento de São Paulo (Desenvolve SP).

“Esse seminário é um momento importante de avaliação para esse programa do MTur que acaba de completar um ano de reformulação. Sabemos que existem limitações financeiras e desenvolver essa parte estratégica é fundamental para garantir mais recursos para o desenvolvimento do setor no Brasil”, disse o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Entre os agentes credenciados, cinco alcançaram o patamar definido pelo MTur para receber recursos extras, que seria o mínimo de 50% dos recursos disponibilizados aos bancos e agências no último ano. O montante foi dividido entre Badesul (R$ 38.571.854,06), Desenvolve SP (R$ 54.476.636,77), BRDE (R$ 76.059.394,67), Desenvolve MT (R$ 11.675.172,96) e BDMG (R$ 62.412.897,53).

O Fungetur já concedeu R$ 55 milhões em financiamentos para hotéis, pousadas, barcos, restaurantes, empresas de transporte turístico, entre outros. Atualmente, R$ 71 milhões de projetos estão em análise por parte dos agentes financeiros.

SEMINÁRIO - Nesta semana, a Prefeitura Municipal de Canindé de São Francisco realizou o Seminário Canideense de Turismo e Desenvolvimento Econômico, voltado para explicar e orientar empresários interessados em utilizar recursos do Fungetur.

Edição: Vanessa Sampaio

Fim do conteúdo da página